Vida de atleta: Thiago Melo, conta toda sua trajetória



Vida de atleta: Thiago Melo, conta toda sua trajetóriaPublicado por Redação BRZ em 6 dez, 2019 - 15:49 -

Muitos devem pensar, nossa o doutor virou atleta depois dos 30?

Bem, na verdade não. Sempre pratiquei esportes e de forma intensa, desde ser da seleção alagoana de vôlei, até o juvenil, a competir campeonato paulista de jiu-jitsu durante a faculdade e sempre jogar futebol e tênis.

Mas confesso que triathlon nunca passou pela minha cabeça, achava algo impossível para um ser humano normal, imagina um dia ser um Ironman?

Portanto, já inicio dizendo que se eu consigo todos conseguem. Mantenho uma vida de trabalho pesado como cirurgião vascular, de professor, de palestras que me consomem, porém para se tornar atleta, tem que iniciar pela cabeça.

Sim, pela cabeça sim. Pensamento positivo sempre, ignorar o cansaço e principalmente as dores, além de sempre pensar em desafiar-se.

Faço aqui um desafio, crie uma meta a médio prazo (1 mês, por exemplo) e experimente acordar 1 hora antes do habitual, passe 10 minutos otimizando aquela meta na cabeça e corra atrás dela. Se não conseguir, terá sido por pouco, porém bem mais longe do que antes.

Ser atleta não é ser profissional, é ter amor pelo esporte, é cultuar um hábito de vida saudável.

Todos podem optar por uma vida adulta e senil ativa ao correr atrás de praticas saudáveis continuamente, como também podem escolher o contrario, o que pode trazer diversas doenças. Cada um tem a escolha e é responsável pelos seus atos.

Não pense em virar um Ironman de cara, pense em se mover, foi assim que comecei. Nadar 4 km, pedalar 180 km e ainda correr 42 km, parecia totalmente impossível, mas as metas mudam e os sonhos se tornam cada vez maiores.

Nunca é tarde para um bom começo, basta acreditar.

@drthiagomelo

Artigos Relacionados