Sônia Abrão sobre A Fazenda “não foi à altura de Mion”

               Sônia Abrão sobre A Fazenda “não foi à altura de Mion”Publicado, 13 dez, 2018 - 15:19 por Redação BR

TIVE a satisfação de entrevistar uma das maiores jornalistas especializada em entretenimento des-te país, a grande Sônia Abrão.

A apresentadora foi uma das protagonistas informais de “A Fazenda” de número 10, graças a cobertura divertida que fez no programa “A Tarde É Sua” na RedeTV! e também aos posicionamentos fortes e impactantes nas redes sociais –principalmente para defender Rafael Ilha, seu favorito na disputa.

Abrão analisou a temporada do reality rural da Record e também aproveitou o ensejo para dizer quando participará de uma atração do gênero.

Qual o balanço que a senhora faz da décima edição de “A Fazenda”? Gostou dos participantes, Marcos Mion está aprovado no cargo?

Dos participantes da reta final, gostei do Rafa e do Evandro, que formaram a melhor dupla da Fazenda até hoje, tipo “Pink e o Cérebro” do desenho animado! Rafa lúcido, estrategista e muitas vezes divertido com o funk do Bigode Grosso e a Dança da Minhoca! Evandro afetivo, carente, craque em tiradas ferinas, veneno na medida certa. Dos que não tiveram tempo de mostrar o jogo, Vida Vlatt e Sandro Pedroso, boa mistura de humor e ética!

Mas, pra mim, o campeão é o Marcos Mion, melhor apresentador que o reality já teve! Melhor figura em cena! Pena que essa edição não esteve à altura do seu talento! O time de peões foi péssimo no geral, com mulheres barraqueiras e valentões de “Taubaté”, uma coisa constrangedora! As falhas, então, nem se fala! Caíque não ter sido expulso junto com Nadja e ainda chegar à final, João trapacear na prova e isso ser considerado “estratégia”, votação encerrada de surpresa sem nenhuma explicação transparente, só pra citar alguns exemplos, pegaram muito mal junto ao público.

A senhora escreveu um livro muito interessante sobre a vida de Rafael Ilha, que é o seu favorito para ganhar a disputa. A vitória no reality rural é o capítulo que falta para essa história de redenção?.

Não, a redenção do Rafa já aconteceu, graças a Deus. Embora sempre haja um risco em casos de dependência química, ele está limpo há mais de 15 anos, formou uma família linda, está casado com a mulher que ama e seus dois filhos são sua âncora! Então, a história dele vai muito além de um reality show!

O prêmio é importante financeiramente, claro, mas acredito que o maior ganho seria o emocional! Pra quem já se sentiu um lixo humano e foi tratado como tal, pra quem até hoje sofre preconceito como se tivesse sido um bandido e não um ídolo popular, a vitória viria como um reconhecimento do público de que ele vale a pena como ser humano, que sua luta pra continuar vivo também no coração das pessoas que o aplaudiram um dia, não foi em vão!

O posicionamento forte a favor de certos participantes, como Kaysar no BBB e Ilha na Fazenda, faz com que a senhora seja alvo das torcidas de seus adversários. Como lida com o ódio dos fãs na internet? E a mágoa dos participantes preteridos?

Sou transparente! Comigo o público sempre sabe onde está pisando, goste ou não de minhas opiniões! Muitos falam que eu não poderia torcer porque sou jornalista, mas a imparcialidade está em levar aos telespectadores todas as informações sobre um assunto, independentemente do meu posicionamento, seja reality show ou não, e isso nunca faltou no nosso programa. Muitos dos participantes que já ficaram magoados acabaram se tornando até grandes amigos, porque aqui fora, na maioria das vezes, é outra história!

Quais pontos positivos enxerga nos outros finalistas, Caique Aguiar e João Zoli?

Nenhum! Caíque foi mau-caráter no jogo e João um peão morto.

Quando teremos a oportunidade de prestigiar Sônia Abrão em um reality show?

Nunca! Se ficar trancada sem acesso a nenhum tipo de informação, eu piro! Estou plugada 24 horas por dia!

Chico Barney / Blogosfera – UOL

Sem categoria