30/09/2018

Sambódromo do Rio vai ter carnaval o ano inteiro com tour de experiência

Sambódromo do Rio vai ter carnaval o ano inteiro com tour de experiência

Sambódromo do Rio vai ter carnaval o ano inteiro com tour de experiência vai ter carnaval o ano inteiro com tour de experiência, no pacote, vídeo, fotos, exposições de fantasias e workshops de samba e percussão. Carnavalesco Milton Cunha vai ser o curador do projeto previsto para começar em outubro.

Para entrar no clima do carnaval mesmo antes da época – que em 2019 acontece em março – a Riotur está desenvolvendo um serviço de imersão na folia. Trata-se do espaço Rio Experience Carnaval, que deverá ser inaugurado na segunda quinzena de outubro, no Setor 11 do Sambódromo, no Centro do Rio. Um lugar para conhecer, curtir e vivenciar um pouco da história do maior evento cultural da cidade.

O espaço, que vai ser montado no camarote da Riotur, vai proporcionar um contato maior dos turistas e admiradores do carnaval carioca através de vídeos, fotos e exposições dos desfiles e dos ensaios das escolas de samba, workshops de percussão e samba e exibição de fantasias.

O projeto visa receber 50 pessoas por vez, em visitas de 40 minutos e previamente agendadas, das 10h às 17h. Ou seja, um total de sete grupos diariamente. O espaço terá a curadoria do carnavalesco Milton Cunha, que destaca que a ideia é levar o turista a uma imersão total no carnaval carioca.

“No primeiro andar do camarote, os turistas assistem num telão de cinema um filme de cinco minutos, desde as explosões de fogos, como esse estivesse dentro de um desfile. Ali, eles já começam a sentir o pulsar das escolas”, conta Milton Cunha.

Depois o grupo vai para um salão que representa os Arcos da Lapa, onde tem um show de música ao vivo, malandro, cabrocha e ritmistas. Os turistas ganham um drink de cortesia e podem apreciar fantasias de luxo, de rainhas, de musas, porta-bandeiras em manequins sobre queijos giratórios, por dez muitos.

A terceira sala de visitas do tour, em tons de preto, branco e cinza, mostra a construção do Sambódromo, uma homenagem a Oscar Niemeyer. Fotos, desenhos, croquis e a visão das janelas da Passarela do Samba, projeto do arquiteto. E para animar essa experiência de dez minutos, os turistas podem ter aulas de dança e percussão.

Ao descer do camarote, os turistas botam cabeças e ombreiras e vão dançando numa espécie de minidesfile até a Praça da Apoteose, onde estarão dois tripés alegóricos. Os turistas podem subir nas alegorias, tirar fotos, sambar e viver a sua própria “apoteose”. Além de brincar e sambar, no preço do ingresso está incluído uma foto oficial em plena avenida.

“Aí, eles podem subir nos tripés, tirar fotos, se sentir num desfile com o “M” da Apoteose ao fundo por 15 minutos. Depois os turistas são levados para um bar, onde podem beber e comer à vontade por conta própria. E a saída é por uma lojinha de souvenirs e lembranças do carnaval”, detalhou o carnavalesco, que vai trabalhar com um elenco de seis personagens e um staff de 20 pessoas.

Leia Tambem  Rainha de Bateria Cintia Mello e Heróis do Bem agitam festa das crianças no Zaca

A atração – que deverá funcionar inclusive durante a preparação do Sambódromo para os desfiles – segundo o presidente da Riotur, Marcelo Alves, vai repetir a sensação dos tours de experiência de clubes de futebol, como Barcelona, Benfica, Porto, Boca Juniors, Real Madri, Arsenal, Paris Saint-Germain, entre outros.

“Queremos oferecer aos turistas a experiência completa do carnaval durante todo o ano. O Sambódromo é um importante ponto turístico da cidade e merece ter uma atração à altura de seu evento apoteótico, que são os desfiles das escolas de samba”, disse o presidente da Riotur, que através do Rio Experience Carnaval criar uma fonte de renda sustentável para ser investida em projetos ligados ao carnaval. O preço do ingresso ainda não foi decidido.

X

Telões para mostrar detalhes para quem está na avenida

em teste para Também estão programadas novidades para quem for assistir aos desfiles das escolas do Grupo Especial e da Série A, no Sambódromo, em 2019. Para isso, a Riotur pretende instalar oito telões de alta definição sobre os módulos entre as arquibancadas. Além de uma visão ainda melhor dos detalhes dos desfiles, os telões transmitiriam informações em tempo real sobre as escolas de samba. E está sendo estudado inclusive uma forma de interação com o público.

Os primeiros testes com telões de 20 metros quadrados foram feitos 20 de setembro. Mas de acordo com a Riotur, não foram aprovados. Eles se mostraram pequenos, de difícil visualização para o público. Telões maiores já foram encomendados, mas ainda não foi marcada uma data para os testes. A Riotur garantiu junto à prefeitura um investimento para a instalação desses telões – quatro de cada lado.

Segundo a Riotur, esses projetos estão em andamento dentro do prazo. Agora, para alegria maior dos amantes e admiradores das escolas de samba só falta mesmo fechar um contrato de patrocínio que garanta a volta dos ensaios técnicos gratuitos no Sambódromo. O presidente diz que as negociações estão em estágio avançado e que em breve o carnaval vai poder desfilar na Passarela do Samba o ano inteiro.

Divulgacao