Sabrina Sato mostra o corpo em fantasia metálica ousada como Julieta


Pelo segundo ano consecutivo, ela vem à frente da bateria da Gaviões da Fiel. Neste ano, Sabrina vai representar o personagem de Shakespeare em enredo que fala sobre o amor.

Sabrina Sato mostra o corpo em fantasia metálica ousada como JulietaPublicado por Redação BR em 23 fev, 2020 - 1:13 - Divulgação

A apresentadora e rainha de bateria da Gaviões da Fiel, Sabrina Sato, vai usar uma fantasia metálica ousada, com o corpo à mostra, para desfilar pela escola.

Ela mandou beijinho para o público ao surgir com o traje. A Gaviões será a terceira escola a desfilar.

O enredo será: “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, sobre casos de amor.

Sabrina Sato vem de Julieta, em referência ao personagem de Shakespeare.

Antes, Sabrina afirmou que não vê a hora de a filha Zoe se apaixonar pelo carnaval e que não tem medo de nada na avenida. “Eu não vejo a hora da Zoe se apaixonar pelo samba e pelo carnaval. Espero que ela goste tanto quanto eu”, afirmou.

Ela disse que o marido Duda Nagle não veio ao Anhembi porque “alguém tem que cuidar da filha”.

Sabrina comeu uma bolacha amanteigada de maracujá no camarote e disse que comeu muito esses dias.

A apresentadora vai comemorar os 50 anos da Gaviões da Fiel à frente da bateria da escola pelo segundo ano consecutivo. Com “bumbum e quadris maiores” por causa da maternidade, ela promete ser uma “mamãe com todo o gás na avenida”, nas palavras da própria.

“Cinquentenário da Gaviões da Fiel vai ser demais. O desfile do Paulo Barros tem tudo para ser inesquecível. Vou rebolar muito, sambar bastante. O tema [amor] tem tudo a ver comigo. É amor pelo trabalho, pela minha filha, pelo meu marido, pela vida, pela escola de samba. Eu venho homenageando um grande amor: Romeu e Julieta. Eu já fui campeã pela Vila, pelo Salgueiro e agora quero ser campeã pela Gaviões”, disse.

A escola de samba do Bom Retiro, região Central da capital, fará um desfile comemorativo na estreia do famoso carnavalesco carioca Paulo Barros, em parceria com Paulo Menezes. O samba-enredo intitulado “Um não sei que, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê”, fala sobre casos de amor.