Rosane Amaral se destaca como promoter LGBT

               Rosane Amaral se destaca como promoter LGBTPublicado, 15 mar, 2019 - 23:42 por Newma Santiago

Batemos um papo com a super promoter LGBT Rosane Amaral e o resultado você pode conferir aqui no EGOBrazil

1.Quem é Rosane Amaral ?

Rosana Amaral – Uma pessoa totalmente focada e obstinada. Não para 1 minuto. Só pensa em trabalho, workaholic completamente. Atuo muito na parte criativa, além de eventos, vivo criando músicas. Um pessoa bacana mas com personalidade muito forte.

2. Como foi o início de sua carreira?

Rosana Amaral – No início da carreira ouvimos muito não. O mercado para nosso público gay é mais difícil, e era um assunto mais velado. Muitas vezes não conseguíamos autorizações. Já ouvi várias vezes, de autoridades, que eu estava no caminho errado, que eu deveria ser mais discreta. Alegavam de que a sociedade não aceitava esse tipo de comportamento. Não só por parte de autoridades mas de empresas privadas. Temos muita dificuldade com patrocínio. Sabemos de empresários que gostam de mim e até frequentam as festas mas não nos patrocinam, talvez por dificuldade de vincular a marca a festas para público gay. Muitos espaços e locações também já fecharam as portas, e muitas também já voltaram atrás pela forma que apresentamos os nossos produtos, pelo reconhecimento.Como tudo na vida passamos por etapas, quando percebi que minha pegada era noite já fui logo trabalhar em clubes para ver se era isso mesmo o que eu queria para minha vida, passei por momentos tão difíceis que muitos não aguentariam mas, hoje sou produtora e empresária de entretenimento no Rio de Janeiro.

Leia Também  Com seios de silicone Pabllo Vittar se transforma

3. Qual a maior dificuldade que encontra?

A maior dificuldade desde o início até hoje, ainda é o preconceito. Mas considero nosso público superior a tudo isso, gays são pessoas evoluídas. Temos uma alegria interior absurda, encaramos as situações difíceis com mais facilidades. Somos mais felizes e as nossas festas são prova disso.

4. Conte nos um pouco mais sobre suas festas ….

Não só no Brasil, mas nosso nome e trabalho já tem reconhecimento de diversos países, como as melhores festas gays do mundo e com edições do exterior. Deste universo, as nossas festas neste formato, são as maiores do Brasil. Diante disso não é fácil administrar a vida pessoal, hoje em dia para estar junto comigo tem que ser tão louca quanto eu. A gente que trabalha neste mundo artístico tem que encontrar alguém do mesmo universo ou que entenda e admire o trabalho para aceitar e acompanhar o ritmo, a doideira que é a nossa vida. Eu trabalho na noite, reuniões e eventos sociais acontecem muitas vezes pela madrugada. Sem hora para dormir sem hora para acordar, viagens.

Fotos : Divulgação/ Rodrigo dos Anjos