Personal Shopper da dicas para mamães de primeira viagem



Personal Shopper da dicas para mamães de primeira viagemPublicado por Vanessa Haddad em 18 out, 2019 - 22:16 - vhassessoria

Saiba quais produtos não podem faltar no enxoval do bebê!

Melissa Biscoto também afirma que comprar nos Estados Unidos é mais vantajoso

Desde a descoberta da gravidez, a vontade de quem vai ser mãe ou pai é comprar tudo que vê pela frente para o bebê. Quando é o primeiro filho esta ansiedade é ainda maior e, por impulso, é gasto mais dinheiro que deveria. Para ajudar nesta missão e economizar, o ideal é contratar uma personal shooper.

Melissa Biscoto, que é personal shopper em Miami e Orlando, diz que comprar no exterior é muito vantajoso pelo preço e qualidade. Um enxoval de bebê que no Brasil custa por volta de 20 mil reais, nos Estados Unidos sai por apenas 3 mil dólares + serviço da profissional. Roupinhas da Carter’s são vendidas por preços verdadeiramente irrisórios.

Leia Também  Mesmo com o dólar em alta, personal shopper mostra que vale a pena fazer o enxoval nos EUA

Veja algumas dicas de produtos infantis para importar:

1. Roupas infantis: marcas, como a Carter’s, OshKosh, Gap, The Children’s Place, Janie and Jack e Ralph Lauren , estão entre as preferências dos americanos e dos estrangeiros que fazem compras nos EUA.

2. Brinquedos diversas lojas oferecem produtos para crianças de diferentes idades por preços realmente baixos se comparados aos do Brasil. Há inúmeros brinquedos que só são encontrados nos Estados Unidos.

3. Babá eletrônica: esse é um produto realmente útil para que os pais fiquem tranquilos quanto à segurança do bebê. Com ela, os pais podem monitorar a criança à distância o tempo todo.

Há diversos tipos de babás eletrônicas (baby monitors) – com câmera, reconhecimento de voz, internet e etc. Antes de comprar babás com internet, verifique se não há restrições da ANATEL.

Leia Também  Serviço de personal shopper nos EUA:

4. Bomba de tirar leite: esse é um produto cada vez mais procurado pelos turistas nos EUA. Ele garante que o bebê possa se alimentar de leite materno mesmo na ausência da mãe, além de ajudar na produção de leite e na amamentação de quem tem mamilos invertidos ou machucados

Melissa, que é proprietária da Mel oferece pacotes de consultoria presencial em Miami e Orlando e a distância por vídeo conferência para os que não podem vir aos Eua. E tudo é personalizado dentro do orçamento e de acordo com as preferências do casal.

Crédito: VHAssessoria