Pablo Barros será Guilherme em “Amor sem Igual”, da RecordTV


O jovem ator vive o gandula ” Cata Bola”, na nova trama.

Pablo Barros será Guilherme em “Amor sem Igual”, da RecordTVPublicado por CI Assessoria em 10 dez, 2019 - 11:19 - Paula Barros/Acervo Pessoal

Pablo Barros, carioca, aos 13 anos de idade, está no elenco da nova trama das 20:30, da RecordTv, “Amor Sem Igual”, novela das 20:30 horas, que estreia dia 10 de dezembro, escrita por Cristiane Fridman e tem direção geral de Rudi Lagemann.
Pablo dá vida ao personagem Guilherme, o ” Cata Bola”, gandula da seleção de jogadores da escolinha fictícia de futebol da “Bras Talentos Esportivos”,
” Guilherme é um presente que recebi da Cristiane Fridmann! Estou amando interpretá-lo! Ele é engraçado e muito divertido! Ele odeia correr, rs” Como pode? – brinca ele.
O jovem ator, já coleciona em sua carreira, diversos  trabalhos como seriados e peças teatrais, como o Seriado Sob Pressão, da Rede Globo de televisão e, Conselho Tutelar, da RecordTV..
Como dublador já trabalhou em sucessos como Shazan, Godzilla II, Urdo sem Curso, Annabelle, A maldição da Chorana, Grinch, True Detective, Creeds 2, Millennium, A garota na teia de Aranha, entre outros.
No teatro, Pablo atuou em ” Shakespeare de Pijama” da Casa Aguinaldo Silva de Artes, na peça “123 Era uma Vez” da Companhia Capa, “Escadaria” do autor Raphael Ghanem e direção de Priscila Lobo, fez partição na “
Noite de Comédia Improvisada, também deles.
Pablo Barros integra o “casting” da Talentos Estrela, Além é claro, de ser um aluno exemplar do Colégio Militar. E, mesmo com a rotina corrida das gravações e dublagens, ele conseguiu passar para o 9º anos, com notas bem acima da média.
Para o próximo ano, ele espera novos desafios. Deseja que o Guilherme, ou carinhosamente conhecido na escolinha de futebol, como ” Cata Bola”, seja um grande sucesso, que faça muita gente vibrar e se emocionar com ele. E, que Amor sem Igual, possa ficar marcado, não só para sua carreira, mas, que seja uma obra para ser lembrada por muitas anos e anos, na história da TV aberta brasileira.