31/08/2019

Ontem foi dia de sofrência!-Marília Mendonça no Espaço Hall

Ontem foi dia de sofrência!-Marília Mendonça no Espaço HallPublicado em 31 ago, 2019 - 20:33 por Redação BR

O show é novo, mas as regras são as mesmas “Não Chorar, Não Vomitar e Não ligar pro Ex”. Te Vejo em Todos os Cantos o projeto mais recente da Marília Mendonça que correu grande parte do Brasil com shows gratuitos ao ar livre e sempre gravando um single em cada cidade e agora tem a sua turnê. 

Com muitos sucessos dos três volumes do Te Vejo em Todos os Cantos, como por exemplo: “Ciumeira”, que foi o primeiro single/vídeo lançado dentro do projeto, “Passar Mal”, “Bem Pior Que Eu” e “Bye Bye”.  “Bebi Liguei” teve um momento especial, já que Paola Oliveira estava presente no show. Além de fã ela está interpretando a digital influencer Vivi Guedes na novela das 21h, A Dona do Pedaço, da Rede Globo, e tem essa música como tema do seu namoro com “Chiclete”. 

“Eu Sei de Cor” ganhou uma nova roupagem e “A Culpa é Dele” também ganhou um momento rap com os seus backing vocals. A nossa Rainha da Sofrência, também cantou músicas de outros cantores, “Meu Bem Querer” de Maurício Manieri, “You Are Not Alone” do rei Michael Jackson, “Atrasadinha”, do Felipe Araújo e Ferrugem e “A Lenda” da Sandy & Junior. 

Em cima do maior palco da América Latina, com casa lotada e ingressos esgotados uma semana antes do evento, Marília fez todo mundo sofrer e sorrir ao mesmo tempo, levou seus fãs ao delírio que cantaram todos os sucessos sem desanimar um minuto. Grávida de quase 6 meses, a cantora em um momento de descontração tirou os sapatos no palco por conta do inchaço que era realmente visível. Mas não pense que nada disso fez o show diminuir ou desanimar, pelo contrário a animação não acabou mesmo com quase 2 horas músicas.

Essa animação aumentou quando ele colocou um membro da equipe o “Zoi”, para beber as tradicionais 3 doses que todos aniversariantes da equipe precisam beber no palco.

Ainda rolou uma garrafa de champanhe que quase molhou até a galera. A cantora também contou que nunca se esquece ter ouvido uma vez que Rio de Janeiro não gostava de sertanejo, mas sempre foi abraçada pelo público carioca. 

Vale lembrar que em novembro tem a Maratona da Alegria e ela está no line-up.

Foto: Mari Barcelos