Léo Santana faz Arena de Barretos ir até o chão


Cantor fez estreia na madrugada deste sábado (17) na Festa do Peão. Sorriso largo e rebolado envolvente conquistaram público.

Léo Santana faz Arena de Barretos ir até o chãoPublicado por Redação BR em 17 ago, 2019 - 6:57 -

“Vem ser feliz, Barretos!”, convidou Léo Santana ao subir ao palco e acenar para os fãs da Festa do Peão já quase na manhã deste sábado (17). “Muito obrigado por terem me esperado por horas. Serei eternamente grato pelo carinho e pelo respeito”, disse abrindo um largo sorriso, sua marca registrada.

O cantor baiano encerrou a segunda noite de shows no palco da Arena. “Peço licença para trazer o meu pagode da Bahia”, disse.

Ele abriu com “Várias Novinhas” e seguiu com “Encaixa”, que tem participação de Kevinho. Até surgiu uma expectativa de que o funkeiro, que antecedeu Léo no palco, pudesse voltar e cantar junto com o gigante, mas não rolou.

“Quem não colocar as mãos para cima nunca mais fazer amor na vida”, disse o cantor ao pedir ao público para balançá-las de um lado para o outro.

Com “Santinha”, Léo provocou a mulherada. “Não adianta descer até o chão e depois colocar a culpa na cachaça”, brincou. Enquanto isso, o telão exibiu várias fãs caprichando no rebolado.

De óculos escuros, calça jeans coladinha e jaqueta, Léo caprichou na coreografia junto com quatro bailarinas. O batuque do pagode da Bahia fez o público esquecer o frio na Arena.

Com “Olha Como Está a Minha Mesa”, Léo pediu aos fãs para soltarem a voz. A letra da música foi exibida no telão do palco. “Essa eu vou colocar nas minhas redes sociais”, disse.

Na quinta-feira (16), o baiano gravou o novo DVD da carreira, “Levada do Gigante” e recebeu as participações especiais de Anitta

, Lauana Prado e Atitude 67, além cantor porto-riquenho Jhay Cortez.

“Dez Beijos de Rua”, que não deixa de ter uma pegada sertaneja, apareceu no set list deixando de lado o clima de “chão, chão, chão” e fazendo o público balançar para lá e para cá. Marília Mendonça surgiu no telão para cantar “Apaixonadinha” com o gigante, mantendo o romance.

Com “Crush Blogueirinha”, Léo voltou ao show rebolativo. Distribuiu sorrisos aos fãs mais empolgados próximos ao palco. A sequência teve “Sai da Minha Frente” e “Grave Bateu”.

Às 5h40, muita gente ainda demonstrava energia de sobra para dançar com Léo Santana. Ele pediu à organização para tocar mais, até o sol nascer. Preparado ele já estava, com os óculos escuros. A animação era tanta que ele não resistiu nem mesmo ao sertanejo. Emendou “Solteiro Não Trai”, de Gustavo Mioto, uma das músicas mais tocadas até aqui na Festa do Peão.

Agradecido pelo show e pelo encontro com os fãs em Barretos, Léo Santana se despediu às 6h, deixando um gostinho de quero mais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Foto: Érico Andrade