17/08/2019

Ivete Sangalo transforma chapéu em abadá na Festa de Barretos 2019

Ivete Sangalo transforma chapéu em abadá na Festa de Barretos 2019Publicado em 17 ago, 2019 - 5:13 por Redação BR

Rainha das micaretas do Brasil, Ivete Sangalo subiu ao palco da Festa do Peão de Barretos 2019, na madrugada deste sábado (17), mostrando força, energia e o poder do axé. Ao som de “Alegria” e com visual e ótima forma, aos 47 anos, a musa abriu a sequência. “Festa” e “Sorte Grande” deram as boas-vindas ao público de bota e chapéu.

“Abalou” fez tremer a estrutura da Arena do Parque do Peão. A diva pediu luz para ver os fãs e agradeceu a presença de todos. Ela também destacou o trabalho feito pelo Hospital do Amor de Barretos, referência no tratamento do câncer no Brasil.

Inspirada e em um ritmo de tirar o fôlego, Ivete fez um carnaval fora de época e mostrou toda sua disposição em “Teleguiado”.

“La vai, La vai, La vai” dominou a Arena, seguida por “Bali Folia”, do álbum “Beat Beleza”. “Cheguei Para Te Amar”, gravada em parceria com MC Livinho, colocou a arquibancada e chão da arena para dançar.

Em sincronia com os bailarinos, a baiana puxou “Lambada”. Com uma sensualidade inconfundível e incomparável, fez um verdadeiro “sanduíche” para dançar. Um disparo de confetes deu um susto na cantora e trouxe um momento de gargalhada para a plateia.

Mais de 20 anos de carreira e experiência nos palcos do Brasil e do exterior permitem que a musa se sinta extremamente à vontade diante da multidão. A desenvoltura e a facilidade para cantar, mesmo em meio aos passos coreografados, encanta os olhos.

A canção “O Doce”, gravada com Wesley Safadão, também entrou no set list e foi cantada em coro pela Arena.

Uma das celebridades mais marcantes do Brasil trouxe o samba para a capital do sertanejo, com a música “Margarida Perfumada”, da Timbalada. “O Maluquete, De Quem Você É Tiete?” e “E Aí, Chupa Toda” também integraram o repertório de sucessos da cantora que, descendo até o chão, levou a galera ao delírio.

Um blackout na arena e um solo instrumental revelaram “Eva”, hit de 1997, cantado pelos fãs como segunda voz da musa, que foi integrante da Banda Eva durante seis anos. Sob aplausos da galera, puxou “Gostava Tanto de Você”, gravada em 1998 por Tim Maia.

Além delas, as músicas “Além do Horizonte”, do Jota Quest, – com arranjo e melodia reinventada –, “Beleza Rara” – com direito a solo de saxofone – , “Maínha Gosta Assim” – gravada com participação de Léo Santana, que sobe ao palco da Festa do Peão de Barretos ainda neste sábado (17), fizeram parte do repertório da rainha do axé.

Ivete Sangalo leu cartazes dos fãs e se divertiu com as mensagens carinhosas. Todos os fãs que pediram abraços foram atendidos no final do show.

“Faraó Divindade do Egito”, gravada em 1987 pelo grupo Olodum e “Doce Obsessão”, da Banda Cheiro de Amor, levantaram a arena com Ivete assumindo os tamborins. “Prefixo de Verão”, da Banda Mel, e a canção “Baianidade Nagô”, da Banda Beijo, são sucessos de 1998 que fizeram a plateia de Barretos voltar no tempo.

O romance tomou conta da madrugada da Festa do Peão de Barretos com as músicas “É Por Isso Que A Gente Combina” e “O Nosso Amor Venceu”. As canções integram o álbum Live Experience, que celebra os 25 anos de carreira da diva baiana.

“Quando a Chuva Passar”, tema da novela “Escrito nas Estrelas”, da Rede Globo, encerrou a temática amorosa da apresentação.

“Arerê” e “Coração Sem Freio” agitaram novamente o público, fazendo todo mundo pular e finalizaram a apresentação da diva baiana na 64ª edição da Festa do Peão de Barretos.

Foto: Érico Andrade