A empresa Loucamente Doce, contada por Andressa Diniz


Mal e a Filha com a mão nos doces, comemoram 1 ano de sucesso

A empresa Loucamente Doce, contada por Andressa DinizPublicado por Redação BR em 12 set, 2019 - 17:36 -

Sempre tivemos uma paixão por doces, onde em casa mesmo fazíamos entre família e amigos, recebíamos sempre elogios e através de três mulheres: Andressa Diniz, Rosemerie Diniz (minha mãe) e Alzira Bonellis (nossa falecida mãe/avó), essa paixão cresceu mais ainda e nossa empresa surgiu, em 2015. Neste mesmo ano, comecei a fazer faculdade de Administração, logo no início. A ideia surgiu através de minha mãe, após completar meus 18 anos.

Na época, era muito tímida e não tinha certeza se algo do tipo daria certo: começar a vender doces. Mas, para minha mãe era algo bem simples já que tinha uma experiência anterior na venda de outros produtos, principalmente em como abordar possíveis clientes com sua simpatia. Conversamos mais sobre, junto de minha avó e topamos, afinal: por que não arriscar? Pensei em começarmos nossa divulgação através das redes sociais e como todo negócio, é necessário alguns investimentos para iniciarmos, além de um nome bem chamativo e um logo atraente. O nome surgiu de uma maneira inesperada, ao conversar com uma amiga sobre nossa nova fonte de renda e por conta de um projeto que estava tendo pelo site da faculdade em que pensávamos em participar, mas que não levamos adiante e assim: “Loucamente Doce” chegou. Criei a página no Facebook, no dia 24 de setembro de 2015, comecei a convidar alguns amigos para acompanhar, mas ainda faltava um logo concreto já que tinha dado uma improvisada apenas.

Entrei em contato com um amigo, conversei à respeito e o mesmo, se interessou. Ele a produziu de um jeito único que nem imaginávamos, de acordo com os possíveis produtos que começaríamos a vender e assim, nos presenteou. A produção iniciou-se a partir de brigadeiros tradicionais e, posteriormente, expandiu-se para outra gama de produtos. Em nossa primeira venda, os levei para a faculdade, porém tive a “má sorte” do professor passar um trabalho repentino, o que me atrapalhou de certa forma e me desanimou. Liguei para a minha mãe, falei sobre e logo, a mesma me animou novamente pedindo para aguardá-la e informando que iríamos vender pelo centro de Nova Iguaçu, abordando pessoas em diversas lojas do calçadão. E ao final do dia, vendemos absolutamente tudo.

A alegria contagiou à nós três, começamos a ter inúmeras ideias de produtos que poderíamos vender no dia a dia, além de novos sabores. Ao passar do tempo, percebemos que seria um negócio de sucesso, já que estava crescendo de uma maneira inexplicável, sempre atraindo novos clientes através de nossa simpatia, amor, dedicação e aquele diferencial único. Foi assim e através do meu curso na área de administração que perdi minha timidez e a Loucamente Doce ganhou novas proporções nos produtos, como: brigadeiros gourmet (mais de 60 sabores atualmente), palhas italianas, bolos no pote, pudins, bolo vulcão, chocotones recheados, mini brigaderia de colher, ovos de colher, bem casados, doces finos, entre outros. Os preços oscilam conforme a variedade e a quantidade dos produtos que são vendidos em atacado e/ou varejo.

Em 2016, nossa empresa foi registrada em meu nome e assim, me tornei microempreendedora individual da Loucamente Doce. Nossas embalagens são personalizadas com selos que divulgam a marca e acompanham cartões de visita da empresa com telefone de contato e endereço das redes sociais, possuímos também o auxílio principalmente de recomendações de outros clientes. Além de contarmos com um retorno a partir de avaliações diretas realizadas nas redes de comunicação sendo visível à todos que acessam.

Uma ação promocional implementada que fazemos ocorre a partir de sorteios realizados em datas comemorativas, como também no mês de aniversário da empresa, incentivando novos consumidores a experimentar e a comprar nossos produtos, além de aumentar nossa participação no mercado.

Em setembro, completamos nosso 1° aniversário, fizemos uma comemoração simples em nossa casa, além de registrar um pouco através de fotos. Em 2017, no mês de fevereiro, veio a falecer uma das proprietárias: Alzira, aos seus 82 anos. Foi um momento muito delicado e difícil para nós, mas ter o nosso próprio empreendimento nos ajudou muito a passar por este momento, nos tranquilizava, além de nos trazer boas lembranças e dar à nós forças para continuar. E desde então, nosso público-alvo só aumentava cada dia mais e com isso, procuramos sempre divulgar através de patrocínios que as próprias redes sociais nos proporciona também. Atendemos diariamente clientes por meio de ligações, mas principalmente através das mídias onde há uma comunicação mais ágil e prática, além de disponibilizarmos nossa tabela completa de informações quanto ao que produzimos e valores. Em agosto de 2017, fomos convidadas para disponibilizar a unidade de nossos doces na On Clock Semi Jóias, localizada no Top Commerce (prédio comercial ao lado do Top Shopping) e assim, tornou-se nosso ponto de venda, onde a procura é sempre grande.

Mas atualmente, oferecemos nossos doces gourmet nos coquetéis de lançamento que ocorrem no espaço. Em abril de 2018 realizamos nossa primeira degustação que foi um sucesso total na On Clock e desde então, uma vez por mês realizamos pequenas degustações sem custo, sendo possível conhecer o nosso trabalho de perto e se deliciar.

Recentemente, fizemos uma redefinição no logotipo, deixando-o mais moderno, sofisticado e com a nossa “cara” definitivamente. Estamos localizadas em Nova Iguaçu – Posse, onde a retirada é possível no local ou se preferir, entregamos também. Assim, nós transmitimos mais amor, carinho e confiabilidade em tudo que fazemos aos nossos clientes.