FENALE defende a valorização do serviço público em seu XLIII Encontro Nacional, em Salvador/BA



FENALE defende a valorização do serviço público em seu XLIII Encontro Nacional, em Salvador/BAPublicado por Parceiro Dino em 2 dez, 2019 - 15:31 -

2/12/2019 –

Realizou-se em Salvador, de 19 a 22 de novembro, o 43º Encontro Nacional da Federação Nacional, dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduais e do Distrito Federal – FENALE.

O evento teve início na manhã de 19 de novembro, no Auditório da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, reunindo representantes de 25 entidades sindicais e associações parceiras de servidores legislativos da União, de 18 Estados e do Distrito Federal.

A mesa da solenidade de abertura do Encontro, que teve como mestre de cerimônia o secretário geral da entidade, Nelson Menezes Florisbal,  foi composta pela secretária-geral da UNALE, deputada Ivana Bastos (PSD) – que representou o presidente da ALBA, deputado Nelson Leal; o deputado Kennedy Nunes (PSD/SC), presidente da UNALE; o presidente da FENALE, José Eduardo Rangel; o diretor-geral da UNALE, Germano Stevens; e o presidente da Pública – Central do Servidor, José Gozze. Presentes, ainda, o presidente do Instituto Mosap, Edison Guilherme Haubert, e o superintendente de Recursos Humanos da ALBA, Francisco Raposo, que presidiu a FENALE de 2000 a 2006.

Fundada em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 22 de setembro de 1993, com o objetivo de defender os direitos dos servidores e viabilizar a troca de experiências entre os servidores das assembleias legislativas de todo o país, a FENALE discutiu o tema “Defender Direitos e Lutar por Novas Conquistas – Humanizar as Leis é Preciso” neste evento, simultâneo à 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos (CNLE), promovida pela da União Nacional dos Legisladores e Legislativos – UNALE.

Ao dar boas-vindas aos participantes, a deputada Ivana Bastos (que foi eleita presidente da UNALE e tomará posse no início de 2020) ressaltou a importância de receber dois grandes eventos na Bahia. “Recebemos vocês com muita garra, com muita determinação e muita vontade de servir. Vocês são fundamentais para as casas legislativas, a alma do nosso mandato e os laços que unem essas duas entidades devem ser mantidos em prol de um Legislativo cada vez mais fortalecido e humanizado”, salientou.

O presidente da UNALE, deputado Kennedy Nunes discorreu sobre a necessidade de se humanizar as leis e sobre a importância do Poder Legislativo para o desenvolvimento do Brasil e do bem-estar de sua população.

O objetivo do Encontro, segundo o presidente da FENALE, José Eduardo Rangel, é a defesa da Cidadania e dos direitos que vem sendo retirados dos trabalhadores, em especial dos Servidores Públicos, por meio das reformas que estão sendo apresentadas pelo Governo e votadas pelo Congresso Nacional. “Nós somos Brasil, entendemos que reformas como a tributária são mais importantes do que a trabalhista que veio a penalizar exatamente aqueles menos favorecidos. Nós queremos trabalhar em conjunto, servidores dos poderes públicos, trabalhadores da iniciativa privada e governo, para que cheguemos a um denominador comum, pois todos nós queremos o melhor para o nosso país”, ressaltou.

Durante a cerimônia foram prestadas diversas homenagens às autoridades presentes, aos ex-presidentes e fundadores da FENALE e em seguida foi iniciado o Pinga-Fogo, momento em que os representantes das entidades filiadas falaram sobre a realidade de cada Assembleia, seus problemas e suas conquistas.
 
APROVAÇÃO DA CARTA DE SALVADOR  –  O segundo dia do Encontro foi realizado no Hotel Quality, com a reunião do Conselho de Representantes da FENALE, que aprovou importantes moções sobre diversas questões que afetam os trabalhadores e toda a sociedade brasileira, assim como foi aprovada a Carta de Salvador, com o tema “Valorização do Serviço Público”, que traz o posicionamento da entidade frente à política governamental de desmonte dos serviços públicos e a demonização de seus servidores.

Foram também realizadas algumas palestras, entre elas do advogado Marcio Sequeira, que falou sobre as questões que afetam o sindicalismo hoje neste momento de reformas estruturais, e outra sobre “o desafio da comunicação das entidades de classe com a sociedade”, com o jornalista Gaspar Bissolotti Neto, diretor de comunicação da FENALE.

Participaram do Encontro, entre outros, representantes de entidades do Distrito Federal e dos seguintes Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Amapá, Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. 
Os dirigentes das entidades filiadas à FENALE participaram também das atividades da Conferência da UNALE de 20 a 22 de novembro.

Website: http://www.fenale.org.br

Artigos Relacionados