30/09/2018

Famosas se reúnem em ato Jair Bolsonaro por todo o Brasil

Famosas se reúnem em ato Jair Bolsonaro por todo o Brasil

Durante todo o sábado, 29 de setembro, manifestações contra o candidato Jair Bolsonaro tomaram conta de todo o Brasil. O movimento Ele Não ganhou forças por todo o país e teve o apoio de inúmeras celebridades. Além de fazerem vídeo divulgando os protestos as famosas também estiveram nas ruas.

Em uma foto publicada em seu Instagram, Fernanda Paes Leme apareceu ao lado de outras colegas famosas em um ato na Cinelândia, no Rio de Janeiro. No registro compartilhado pela famosa na rede social é possível ver vários outros artistas.

Fernanda Paes Leme compartilhou uma imagem na qual aparece ao lado de figuras como Letícia Sabatella, Fernanda Lima, Paula Lavigne, Nanda Costa, Paula Bulamarqui, Andreia Horta, Fronçoise Forton, Georgina Goes, Lan Lahn e Débora Lamm.

Sophie Charlotte, o marido dela, Daniel de Oliveira, Cris Vianna e Débora Nascimento também estavam com o grupo.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) em

DANIELA MERCURY LIDERA ATO CONTRA O POLÍTICO 

Este sábado, 29 de setembro, pode ser considerado com um dia histórico para o Brasil. Milhões de mulheres decidiram se unir e ir as ruas em uma manifestação contra o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Os atos de protestos ocorreram em várias partes do país.

Leia Tambem  Geraldo Luís revela quem é a cantora romântica pede ajuda para voltar a trabalhar

Em Salvador, na Bahia, Daniela Mercury foi uma das famosas que se juntou ao movimento Ele Não. A cantora subiu em um trio elétrico e cantou para os manifestantes que a acompanharam pelas ruas da cidade. “Ele não, ele não, a gente não aceita opressão. Ele não, ele não, a gente não aceita racismo”, entoou a famosa.

Daniela Mercury deu um discurso e falou ainda que o candidato a ofende pessoalmente e explicou seus motivos. “Ofende a mim pessoalmente e a meu povo, por isso estou aqui. Nunca tive que fazer isso em minha vida e estou fazendo porque acho extremamente necessário, a gente não pode aceitar uma pessoa que traga ódio e violência”, disse ela.

 

Foto: Instagram