24/08/2018

Estrela do 3° Milênio escolhe samba-enredo Carnaval 2019

Estrela do 3° Milênio escolhe samba-enredo Carnaval 2019

Após reunião com a comissão julgadora, a parceria de Rodrigo Shumacker, Darlan Alves, Maurício Pito, Matheus Nassar e Felipe Mendonça venceu o concurso da escolha do samba-enredo que será a trilha sonora do desfile “Coragem! Somos nós que fazemos a vida“, desenvolvido pelo carnavalesco Murilo Lobo.

Além dos compositores campeões, o concurso contou com outras duas parcerias formadas pelos compositores Aquiles da Vila, Salgado Luz, Marcus Boldrini e Rapha SP e  Luizinho, Jô Pires e Edvaldo Gouvêa. “Optamos por um concurso fechado e convidamos as parcerias. Ficamos felizes com o resultado e agradecemos muito aos poetas que se dedicaram à nossa escola e nos apresentaram belas obras”, diz Carlos Pires, diretor de Carnaval.

A parceria que conta com o cantor e compositor Darlan Alves, vencedor em 2018 ao lado de Marcelo Casa Nossa (Marcelo Faria) com “Na  força da coruja, deixa a lenda te guiar”, é inédita na agremiação. No entanto,  Darlan, Shumacker, Maurício e Felipe já disputaram concurso de samba-enredo juntos em 2017 na Unidos do Peruche. Matheus é estreante no grupo.  “É uma felicidade estar pelo segundo ano consecutivo no projeto da Milênio. Essa escola que eu sempre admirei e respeito muito”, declara Darlan, bicampeão na Milênio no grupo de Acesso II e na Mancha Verde, grupo Especial.

“Trabalhamos com muito carinho, nos inspiramos nessa comunidade guerreira e estamos orgulhosos por essa conquista!  Vamos juntos rumo ao título neste Carnaval”, diz Shumacker (Rodrigo de Oliveira) compositor.

A obra será conhecida em setembro na festa de reinauguração da quadra social ainda sem data definida.

Crédito da Foto: Maurício Pito / arquivo pessoal

Fonte:  Lara Schulze  /  Assessoria de imprensa Estrela do 3° Milênio

Logo do Enredo 2019 Estrela do 3° Milênio

Logo do Enredo 2019 Estrela do 3° Milênio

Matéria publicada por Thiago Winner, colunista, entrevistador e escritor do livro “As regras simples da vida”