“Estamos vivendo em bolhas”, diz Porchat para Mariana Godoy

Apresentadora recebeu o humorista nos estúdios da RedeTV!

“Estamos vivendo em bolhas”, diz Porchat para Mariana GodoyPublicado em 25 maio, 2019 - 9:39 por Redação SP

Um dos maiores comediantes do país, Fábio Porchat participou do ‘Mariana Godoy Entrevista’ desta sexta-feira (24), às 23h, na RedeTV!.  
 
Ao destacar os projetos nos quais já esteve envolvido ao longo da carreira, Porchat comenta sobre a série ‘Homens?’, criada e protagonizada por ele, exibida em oito episódios que expõem o universo masculino de um modo particular, abordando temas da atualidade, como o machismo.
 
“Logicamente que isso destrói a vida da mulher, mas o que eu tentei falar com essa série é que o machismo é ruim também para o homem”, explica. “Muito homem diz que não é machista, porque na cabeça dos caras ser machista é passar a mão na bunda da mulher, forçar sexo, umas coisas que lógico que são machistas, mas são crime, barra pesada. Se o homem se identifica machista nas pequenas coisas, talvez ele consiga compreender tudo isso”, alerta ele. 
 
Ainda no bate-papo, o convidado lamenta a intolerância do ser humano nos dias atuais, destacando o valor da empatia. “Estamos vivendo em bolhas, por isso é tão importante se colocar no lugar do outro. Se você não tem o outro no seu radar, você acha que só a sua bolha é o real. Esse é o problema”, compartilha o humorista, mencionando o algoritmo das redes sociais como um dos principais agravantes da situação: “Ele é o grande vilão hoje em dia, porque faz com que você veja só as mesmas notícias, converse só com as mesmas pessoas e, com isso, você vai ficando só no seu mundo, na sua bolha”.
 
Workaholic assumido, Porchat se prepara para lançar mais uma novidade na TV paga, ‘Que História é Essa, Porchat?’, atração prevista para estrear ainda neste primeiro semestre no GNT. “É um programa de ‘contação’ de histórias. Tenho visto que as pessoas estão sempre querendo lacrar na internet. Todo mundo querendo dar a última palavra: ‘Agora eu falei mesmo e é isso aí!’, e eu quero um programa sem lacração, só com histórias. Todo mundo tem uma história interessante para contar, quero pegar pessoas anônimas e pessoas famosas e colocar todo mundo junto, cada uma contando sua história”, explica.
 
*Fotos: Divulgação/RedeTV!

Leia Também  Joelma sobre atual sentimento em relação ao Ximbinha: “Quem perdoa é quem ganha”