Dr. Marcos Harter comenta sobre Rejuvenescimento Facial

               Dr. Marcos Harter comenta sobre Rejuvenescimento FacialPublicado, 12 jan, 2019 - 20:17 por Redação BR

Dr. Marcos Harter comentou sobre Rejuvenescimento Facial

Há 50 anos, o face lifting ou cirurgia de rejuvenescimento facial era visto de forma crítica, até com certo desprezo, e um cirurgião de categoria geralmente só o fazia de maneira furtiva. Ao abordar o assunto – estética da face – as apresentações em congressos, assim como as publicações, eram igualmente econômicas, raras, quase inexistentes.

Se compactarmos o período de tempo compreendido daquela época até agora, constataremos uma virada completa na importância e no significado da chamada cirurgia de rejuvenescimento facial. Em seus primórdios, era procurada apenas por um segmento restrito da sociedade, com frequência do meio artístico.

Inúmeros fatores contribuíram para o presente boom da cirurgia de face. Vivemos hoje mais tempo. A medicina, em todos os seus ramos, tem-nos permitido maior longevidade. Temos motivação, energia e desejamos continuar com uma vida participativa, independentemente da idade. Isto também se reflete no desejo de parecermos mais jovens.

O culto à juventude passou a impregnar os indivíduos, que não mais aceitam o declínio físico mais evidente na face. Para contornar esta situação, vários recursos têm sido lançados, incluindo-se novas técnicas na cirurgia plástica.

Uma vez que o envelhecimento se instale, com todo seu corolário de dismorfia da estética facial, a cirurgia é, sem sombra de dúvida, o método de tratamento mais eficaz e duradouro.

 

Dr. Marcos Harter, Cirurgião Plástico.

Leia Também  Vamos falar de Síndrome de Down