Daniel Vitro e Edilaine Campos é o novo 1º Casal 3° Milênio



Daniel Vitro e Edilaine Campos é o novo 1º Casal 3° MilênioPublicado por Redação SP em 13 dez, 2018 - 10:00 -

A apresentação oficial do novo casal à comunidade será neste domingo durante o último ensaio pré-carnaval. Daniel Vitro e Edilaine Campos irão defender e ostentar o pavilhão da Estrela do 3° Milênio a partir de agora até o desfile do enredo “Coragem! Somos nós que fazemos a vida”.

Edilaine retorna após ficar fora por um ano e atuar na co-irmã Nenê de Vila Matilde. Ela conduziu o pavilhão da Milênio por seis anos de 2011 à 2017. “É uma alegria tê-la novamente em nosso quadro de casais ao lado do renomado mestre-sala Daniel que vai estrear na Milênio. Estamos apostando nessa parceria e sabemos que será um sucesso na avenida”, diz Gilberto Rodrigues, Giba. Ambos conquistaram notas máximas e prêmios em suas trajetórias.

Na tarde desta quarta-feira, o casal visitou o barracão na Fábrica do Samba II, conversou com o carnavalesco Murilo Lobo, com o diretor de carnaval Silvio Azevedo e receberam o figurino do desfile. “Estamos felizes demais em fazer parte dessa comunidade guerreira e determinada e ansiosos para chegar domingo”, revela Daniel Vitro.

Tenho uma forte identidade com a escola e muito amor e respeito pelo pavilhão. Voltar está sendo um presente para mim. Será um desafio mas estou preparada e dedicada para esse retorno”, declara Edilaine Campos, que este ano completou 17 anos de avenida.

Leia Também  Manguinhos terá Ala Plus Size em seu desfile de 2020

Reencontro

Após 15 anos separados, Daniel e Edilaine se reencontram como casal de mestre-sala e porta-bandeira e agora na condição de guardiões do pavilhão oficial.  Em 2003, os bailarinos eram responsáveis pelo pavilhão de enredo da co-irmã X-9 Paulistana no enredo: “Pi, iê, rê Jeribatiba ou Pinheiros. A deusa dos rios clama pela preservação: Se ela muda o curso, pode mudar sua história”.  “Fomos parceiros num momento muito especial da minha vida. Eu estava grávida e o Dani cuidou da gente com todo carinho. Criamos uma ligação e parceria muito forte como amigos e na dança”, conta Edilaine, auxiliar administrativa. Di, como é carinhosamente chamada, fez parte da X-9 Paulistana em 2001 até 2004 e Daniel esteve por três períodos de 2002 até 2004, de 2007 até 2010 e de 2017 até este ano.

Trajetória

Edilaine Campos, porta-bandeira

2001 até 2004 – X-9 Paulistana – 2° porta-bandeira

2004 até 2005 – Arranco do Engenho de Dentro/RJ – porta-bandeira convidada

Leia Também  Acadêmicos do Tucuruvi fala sobre a liberdade

2006 até 2010 – Unidos do Peruche – porta-bandeira oficial

2011 até 2017 – Estrela do 3° Milênio – porta-bandeira oficial

2017 até 2018 – Nenê de Vila Matilde – porta-bandeira oficial

2018 – Estrela do 3° Milênio – porta-bandeira oficial

*Ganhou duas vezes o “Troféu Nota 10” do jornal Diário de São Paulo e um “Estrela do Carnaval” do site Sasp.

Daniel Vitro, mestre-sala

1999 até 2002 – Mocidade Alegre – 2° mestre-sala

2003 até 2004 – X-9 Paulistana – 2° mestre- sala

2003 até 2009 – Mancha Verde (Grupo de Acesso) – mestre-sala oficial

2005 até 2006 – Acadêmicos do Tatuapé – mestre-sala oficial

2007 até 2010 – X-9 Paulistana – mestre-sala oficial

2015 até 2016 – Independente Tricolor – mestre-sala oficial

2017 até 2018 – X-9 Paulistana – mestre-sala oficial

2018 – Estrela do 3° Milênio – mestre-sala oficial

*Conquistou o “Troféu Nota 10” do jornal Diário de São Paulo, em 2005, pela Acadêmicos do Tatuapé e, em 2018, pela X-9 Paulistana.

Daniel Vitro e Edilaine Campos

Daniel Vitro e Edilaine Campos

Sem categoria