Confira aqui a critica do filme Aquaman

Confira aqui a critica do filme AquamanPublicado em 14 dez, 2018 - 14:22 por Newma Santiago

O Filme ” Aquaman ” estréia nos cinemas e  confira a crítica feita pelo especialista Rogério Fidalgo

O novo filme do universo de heróis da DC Comics Aquaman chega aos cinemas, após ter aparecido no filme Liga da Justiça lutando ao lado de Superman, Batman, Mulher Maravilha e Flash.

Sempre considerado um super herói mediano, nesse filme dirigido por James Wan, há uma mudança brusca na forma de olharmos para um velho Senhor dos Mares e um novo Senhor dos Mares.

Nesse filme consegumos ver uma mistura de Avatar, com Senhor do Anéis, Pantera Negra e Star Wars em um único filme para continuar a dar mais enfase a esse Universo de heróis que está em alta.

Uma coisa bem avassaladora no filme são os efeitos especiais que não deixam a desejar em nenhum momento com
direito ao show de luzes embaixo dagua, com um roteiro direto sem dar muita distância de um herói que nunca fui bem visto pelo grande público das revistas em quadrinhos e dos desenhos antigos, no qual ele era aquela versão estranha do Ken da Barbie.

Leia Também  Ator Douglas Sampaio volta aos palcos com a peça “Se Vira no Improviso”

Jason Momoa coloca o herói com um estilo próprio de ter personalidade, e fazer o possível para não ser considerado um mero coadjuvante nessa luta do bem contra o mal, para que possamos dar o devido mérito a direção de James Wan, que transformou o filme num épico recheado de estrelas que já haviam participado de filmes de heróis, como: Nicole Kidman, Dolph Lundgren e Willem Dafoe.

O filme consegue criar uma identidade própria, pois introduz a história dos 7 Mares, contando que a rainha Atlanna tem um filho com um faroleiro, no qual nasce Arthur Curry, que inicia sua jornada para reaver seu trono por direito, com o intuito de impedir a guerra entre a superfície e o mundo dos reinos debaixo dagua.

Com uma trilha sonora impecável comandada por Rupert Gregson-Williams, em nenhum momento deixou a desejar, conseguir estar ao nível de um filme épico, com um estilo próprio.

Algo que não falta nos filmes de heróis são as famosas pitadas de comédia, que conseguem ser introduzidas de maneira excepcional, especialmente em comparações a filmes infantis.

Leia Também  Carnavália Sambacon 2018 terá oficinas com expositores e primeira Assembléia da Fenasamba

O brilho por si só do neon no filme não o deixa de uma forma, consegue nos levar a um Reino de Atlantida no filme, que consegue estar longe de ser um reino sombrio, pois na maioria dos filmes no qual havia chance de haver uma guerra entre o reino dagua, e a superfície, seria por causa das coisas que poluem o oceano, pelas pessoas, jogando lixo, dejetos químicos, dentre outros produtos poluentes.

E o filme sempre seguindo a receita de sucesso nos leva para a continuação de futuros filmes do Universo heróico, e do próprio herói com a famosa cena pós-creditos, que virou lei para todos os filmes de heróis.

Nota 9 para o filme

 

Foto : Divulgação

Crítico Rogério Fidalgo

Por : Newma Santiago

Sem categoria