Concurso Miss e Mister agita o RJ neste final de semana.

Concurso Miss e Mister agita o RJ neste final de semana.Publicado em 10 abr, 2019 - 16:53 por Redação BR

O concurso que movimentou os salões do Espaço Ribalta, na Barra da Tijuca, neste fim de semana, escolheu os representantes fluminenses nas categorias Miss Baby, Miss Mini, Miss Pré-Teen, Miss Teen, Miss Juvenil, Miss Adulta e Mister. Todos irão representar o Estado no Concurso Miss & Mister Brasil – bandeira Universo Latina 2019, que acontece em outubro, na capital carioca. 

A abertura do evento contou com a apresentação do grupo de dança Dance in Rio e seguiu com a apresentação do casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola de samba mirim Filhos da Águia. 

Durante os desfiles de biquíni e de gala, as participantes contaram com as coreografias de Daniel Pierre e com a apresentação ao vivo do cantor Fael. 

 O bailarino e coreógrafo, Átila Amaral, campeão da Dança dos Famosos, em 2009, quando foi Partner da atriz Paola  Oliveira, e que, atualmente, é repórter do programa Cariocou do SBT Rio, prestigiou o evento da amiga Tatiana Musse. 

Leia Também  Felipe Wessler é novo nome do cinema nacional

Segundo Tatiana Musse, organizadora da etapa estadual do evento, “muito mais do que valorizar a beleza e a cultura, o concurso transforma a vida dos candidatos, pois desenvolve seus talentos artísticos, além de ensinar a lidar com frustrações”, explica. 

Entre os finalistas, estão Nicolly Moraes, de Angra dos Reis, na categoria baby; Sofhia Vieira, de São Pedro da Aldeia, na categoria Mini; Cecília Motta, de São Pedro da Aldeia, na categoria Mirim; Eloise Gomes, de Iguaba, na categoria Pré-Teen; Ana Clara Marano, de São Pedro Da Aldeia, na categoria Teen; Taisa Ferreira, de Angra dos Reis, na categoria Juvenil; Lana Zambelli, de Angra dos Reis, na categoria adulta, e Arthur Martins, de Angra dos Reis, foi eleito Mister na categoria Teen, e Gabryel Estevo, de Rio Bonito, levou o Mister Rio de Janeiro.     

 

Leia Também  Mulheres Negras podem ter mais protagonismo na política brasileira.

Vinicius Barreto Fotografia