Claudia Leitte diz ‘Hoje estou mais madura e ciente de meu papel’

               Claudia Leitte diz ‘Hoje estou mais madura e ciente de meu papel’Publicado, 1 dez, 2018 - 21:56 por Redação BR

‘Balancinho’, single mais recente da cantora Claudia Leitte, é aposta para o verão de 2019 e ganhou vídeo que mostra a artista de várias formas; ela falou sobre o processo de criação do hit e suas expectativas em relação a ele.

Na última sexta-feira (9), Claudia Leitte, 38, lançou “Balancinho”, seu novo single, que é aposta para o verão e tem potencial para virar hit no Carnaval de 2019. A dona dos sucessos “Largadinho” e “Baldin de Gelo” apareceu com um clipe bastante intrigante, em que inúmeras versões suas surgem dançando e contagiando os espectadores com o ritmo da música. Esta é a sexta canção lançada por Claudia Leitte em 2018, ano em que completa dez de carreira. Em fevereiro, “Carnaval”, que ela gravou com participação do rapper Pitbull, fez com que a cantora tivesse seu primeiro desfile no bloco de rua em São Paulo, além de ter gerado a turnê nacional My Carnaval, em junho.

Nos últimos dias, o nome de Claudia Leitte esteve envolvido em um caso polêmico que aconteceu no último sábado (10). Durante a apresentação do programa “Teleton”, exibido pelo SBT, a cantora foi vítima de assédio por Sílvio Santos. Após pedir um abraço no apresentador, ele negou e disse, em referência à roupa de Claudia, que “esse negócio de eu ficar dando abraços me excita e eu não posso ficar excitado”, deixando-a bastante desconfortável. Em seu Instagram, a cantora postou um desabafo sobre a situação, admitindo seu constrangimento frente à situação e reforçando que, em casos de assédio, a culpa não é da vítima e nem das roupas que vestem.

Antes do episódio ocorrido no TV, a cantora falou a redação, sobre o processo de criação do clipe e sobre a importância deste novo single para sua carreira.

Duller foi um dos nomes presentes na composição de ‘Balancinho’, e é conhecido por ter participado da composição de ‘Largadinho’, que foi hit no carnaval de 2014. Quais as semelhanças e diferenças das duas músicas?
Duller é um parceiro querido, maravilhoso e que só me ajudou sempre. Ele trouxe, junto com os demais compositores de “Balancinho”, semelhanças como o ritmo animado, dançante e cheio de energia. As diferenças eu acredito que estão mais relacionadas à linha melódica, ao arranjo e produção da faixa, e aos momentos distintos em que as canções foram lançadas: em 2012, e agora, em 2018. Elas têm a mesma essência, mas envoltas a outros meandros, outros projetos. Hoje estou mais madura e ciente de meu papel.

Em 2018, você também completou dez anos de carreira. O que ‘Balancinho’ representa na sua carreira?
Representa muito para mim. É um dos projetos que comemoram esses dez anos de carreira. “Balancinho” é uma música cheia de energia, bem para cima, alegre, com a cara do verão.

O videoclipe de ‘Balancinho’ teve direção de Breno Pineschi e Rafael Cazes. Como foi essa experiência de trabalho?
Foi a primeira vez que trabalhei com eles. Os dois são diretores muito bacanas. Eles trouxeram uma linguagem e estilo únicos além de serem muito queridos, profissionais e cheios de criatividade. Adorei o resultado.

O clipe da música mostra uma ideia bastante divertida. Como foi o processo de criação?
Foi um processo de muito brainstorming entre toda a equipe. “Balancinho” mostra inúmeras versões de mim. São mais de 200 facetas, ora mais singelas, ora mais fortes e obstinadas. As Claudias dançam e hiptonizam quem assiste, sempre movimentadas por balanços de música que eu gosto.

Existe muita diferença entre você e as Claudias que aparecem no clipe?
Sim, as facetas trazem lados meus distintos entre si e, que somados, formam a Claudia que sou. E é exatamente sobre esse ponto que chegamos na questão da diferenciação. Todas ali trazem um pouquinho de mim.

Como você acha que o público vai receber este novo single?
Espero que o público goste e que entre no ritmo “Balancinho”, com muita alegria e animação.

Qual é seu próximo projeto?
Tenho alguns projetos rolando, mas ainda não posso comentar.

 

Foto: Divulgação