06/01/2019

Cíntia Mello, vai desfilar com fantasia feita por ela mesma

A beldade é a Rainha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi em SP

Cíntia Mello, vai desfilar com fantasia feita por ela mesmaPor: Redação SP1 - EGOBrazil.com

A bailarina e professora de dança Cintia Mello, 31 anos, estreia no carnaval de 2019 como rainha de bateria da escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi usando uma fantasia feita por ela mesma. Substituta da apresentadora Daniela Albuquerque no posto e paulistana da Zona Leste de São Paulo, aprendeu a fazer as suas próprias roupas para economizar.

“A maioria das minhas roupas sou eu que faço. Aprendi a fazer pois infelizmente o Carnaval se tornou muito caro para nós, meninas da comunidade”, diz ela, que fez curso de modelagem. 

A fantasia desse ano ainda é segredo, mas Cintia adianta que é “a mais bonita que já viu”. 

“Confesso que não gosto muito de penas, prefiro uma coisa que eu possa desenvolver melhor (na avenida)”, diz ela, fazendo mistério sobre mais detalhes. 

Anunciada como rainha em setembro de 2018, Cintia conquistou não só o posto, mas também um amor. Ela está noiva de Mateus Carvalho, ex-diretor de bateria da escola. 

“Recebi dois presentes. Além da bateria, ganhei um marido. Pretendemos nos casar no ano que vem”, adianta ela.

Leia Também  Deborah Secco fala sobre seu primeiro Carnaval com Maria Flor

Cintia também é bailarina do “Programa do Ratinho”, no SBT e participa dos quadros Show dos Famosos e Ding Dong do “Domingão do Faustão”.

A beldade terá ao seu lado durante o desfile, a atriz Maísa Magalhães, que é a Madrinha da Bateria e juntas irão reinar a frente dos cerca de 230 Ritmistas da Bateria do Zaca, comandada pelo Mestre Guma Sena.

Cintia Mello, Mestre Guma Sena e Maísa Magalhães

 

Veterana no samba

Cintia já passou por três escolas paulistanas antes de estrear no prestigiado posto à frente da bateria. Ela foi passista da Vai-Vai por 4 anos, mais 4 na Império de Casa Verde e estava há outros 4 na Tucuruvi como musa.

“Comecei na barriga da minha mãe. O samba fez parte da minha vida desde sempre, minha mãe viveu o Carnaval em toda a minha gestação”, diz ela, que é filha Paulo Daniel, um dos fundadores da escola Flor de Vila Dalila, da Zona Leste de SP. 

Como rainha, Cíntia sabe que o peso é maior.

“É uma responsabilidade muito grande para mim. Desde quando eu era da ala de passistas da Vai-Vai eu já era um nome esperado, mas agora como rainha, o dever é maior. Espero fazer um bom desfile, superar a expectativa do público. Sou muito querida no mundo do samba e as pessoas podem esperar toda a dedicação e respeito ao samba”, diz ela.

Foto: Alex Pires/Divulgação

Cintia Mello - Crédito da Foto: Alex Pires

Cintia Mello – Crédito da Foto: Alex Pires

Cintia Mello - Crédito da Foto: Alex Pires

Cintia Mello – Crédito da Foto: Alex Pires

Cintia Mello - Crédito da Foto: Alex Pires

Cintia Mello – Crédito da Foto: Alex Pires