Cartões presente: segundo estudo, modalidade é maneira eficaz de reconhecimento



Cartões presente: segundo estudo, modalidade é maneira eficaz de reconhecimentoPublicado por Parceiro Dino em 6 nov, 2019 - 9:40 -

6/11/2019 –

No Natal e em outras datas especiais, quando se trata de reconhecimento, a maioria dos profissionais quer ganhar vales-presente em forma de cartão.

Algumas palavras de cortesia ou um e-mail de parabéns são formas convencionais dos gestores agradecerem um determinado colaborador pelo trabalho bem feito. Mas o que mais poderiam oferecer? Para empresas de todos os tamanhos, a resposta é cada vez mais “um presente” e, mais precisamente, “um cartão presente”. O vale-presente para o funcionário pode ser resultado de um reconhecimento espontâneo ou fazer parte de um programa de incentivo para promover o engajamento e motivação dos colaboradores.

O vale-compras pode ser personalizado e permite que o próprio profissional escolha o que quer ganhar, dentro do valor disponibilizado no cartão. Por isso, são satisfação garantida para quem recebe e, ainda, têm a flexibilidade para permitir agradar todos os perfis que compõem uma equipe de trabalho.

Uma forma popular de reconhecimento

Os vales-presente para funcionário já são usados com frequência por grandes companhias e ganham cada vez mais espaço entre as pequenas e médias. Em um estudo da Sodexo, os donos das PMEs revelaram que, nos próximos dois anos, planejam aumentar significativamente os gastos com reconhecimento, com o objetivo de melhorar o equilíbrio entre trabalho e a vida pessoal. Houve um aumento de 15% naqueles que planejam reconhecer o desempenho dos colaboradores com bônus, vouchers e cartões presente. E um aumento de 17% naqueles que pretendem encontrar formas de aumentar o poder de compra dos funcionários.

Benefícios para empresas de todos os portes

A flexibilidade dos vales-presente ou cartão presente vale para todo o tamanho de orçamento. Nas grandes organizações, uma pesquisa mostra que, em um ano, o percentual de presentes com valores superiores a mil dólares subiu de 1,3% para 6,2%. Mas o mesmo estudo mostra que 70% do total de presentes dados como reconhecimento aos colaboradores não ultrapassa o valor de 100 dólares.

Assim como as grandes empresas, as PMEs também estão colhendo os benefícios do formato de vale-presente como cartão. O estudo da Sodexo revelou, depois de reconhecer o desempenho com bônus e presentes, 88% dos líderes de PMEs em sete países observaram uma melhoria na atmosfera geral no trabalho. Além disso, 71% dos entrevistados disseram que a receita de sua empresa havia aumentado e 72% notaram uma queda no número de faltas.

Então, qual é o segredo para um programa de incentivo com vale-presente ser bem-sucedido?

Simplificando, ele precisa desses três itens: adesão dos colaboradores, um elemento de surpresa e a possibilidade de comprar diferentes itens, ou seja, funcionar como um vale. Para um programa de incentivo, a adesão é melhor alcançada quando a liderança explica claramente o objetivo geral para a equipe – e, em seguida, envolve-os na definição de metas ou KPIs que levarão ao reconhecimento. Os grupos de profissionais envolvidos devem ser ouvidos nas discussões sobre o tipo de cartão presente que será oferecido pelo programa.

Uma vez que o programa de cartão presente estiver rodando, buscar o feedback dos funcionários aumentará sua eficácia. Ouvir com frequência quem participa da campanha de incentivo fará com ela permaneça relevante para quem está participando dela.

Website: https://www.sodexobeneficios.com.br

Artigos Relacionados