O rosto conhecido de Carol Ferreira pode chamar a atenção de alguns, afinal ela esteve por seis anos como apresentadora de um programa na televisão. Mas, o que para muitos será novidade, é que a mineira, de 36 anos, além de ter o dom da locução, também usa sua voz para cantar, e de uma forma bastante potente e romântica. Ela comandou um programa de entrevistas no canal adulto Sexy Hot até 2010 e volta aos holofotes neste ano se lançando na carreira da música, e com composições próprias. Seu primeiro single, “Os Maridos das Outras” chegou às plataformas digitais e ganhou videoclipe no dia 17 de julho, e sua primeira apresentação e lançamento do EP, ‘LadoC’, acontece no dia 21 de agosto, às 19h, no Eco Som, em Botafogo.

O primeiro EP da artista tem nomes de peso na produção, como Julinho Teixeira, que foi arranjador de vários sucessos, entre eles “Evidências”, e também produção de Cau Mendes, que já trabalhou com nomes como Tim Maia. Os músicos que a acompanham no show são também conhecidos do mercado: Pedro Freitas Branco (White e Pedro & os apóstolos, em Portugal, e tocará guitarra, violão e participará do coro); Márcio Alencar (Barão Vermelho, no baixo), Eduardo Constant (Zé Ramalho, na bateria e percussão) e também Julinho Teixeira (piano, acordeom e teclados). O ‘couvert artístico’ para o show custará R$25,00.

Para a estreia na música, Carol disponibiliza quatro canções, duas delas composições próprias – “Cheiro do Mato” e “Por quanto tempo?” – e uma versão do compositor Miguel Araújo, chamada “Os Maridos das Outras”. Uma quarta canção, “Não Dá”, também versão portuguesa, completa o EP “LadoC”, que será apresentado ao público e também estará disponível nas plataformas digitais.

Sobre o nome do EP, Carol diz: “As pessoas já viram me viram em diversas vertentes, entre elas apresentadora, e agora chegou a hora de conhecer meu outro lado, que eu chamo de C por conta do meu nome.”

 

Paixão pela música vem da adolescência

O que para muitos será uma novidade, para a cantora – que iniciou na música aos 12 anos e passou parte da adolescência cantando na igreja – é um projeto que começou em 2008, quando ainda era apresentadora e compôs sua primeira música. Somente neste ano, Carol coloca em prática um sonho antigo.

“Também me inscrevi para o programa Popstar, que formou o grupo Rouge, e fui até a segunda etapa. O sonho de cantar profissionalmente estava adormecido em mim. Mas retomei esse projeto musical há seis anos e comecei a compor mais ainda, e falar de tudo nas minhas músicas, seja de amizade, de amor, de tristeza ou de pé na bunda. Hoje tenho 24 músicas registradas e separei duas para lançar neste meu primeiro EP. Para esse lançamento escolhi canções que trazem um mix de sentimentos e para vários momentos, seja animado ou mais romântico. Cada música tem uma proposta e eu estou na expectativa de ser tão bem recebida no mercado da música quanto fui na carreira de apresentadora”, conta Carol, que tem parceria da Playrec Stúdios para este trabalho.

O trabalho com Julinho Teixeira e com o produtor Cau Mendes aconteceu após a ajuda de outra famosa, a apresentadora e atriz Babi Xavier, que é amiga de Carol Ferreira, e apresentou os produtores para a cantora. “Ela tinha me falado do Cau Mendes há muitos anos e quando surgiu a oportunidade marquei uma reunião e deu muito certo. Por intermédio do Cau eu conheci o Julinho Teixeira, que é um arranjador musical maravilhoso. Foi aí que decidimos que Cau ficou como produtor musical e o Julinho como arranjador e diretor musical deste meu novo trabalho. Estou realizada”, diz a ex-apresentadora, que apesar de considerar ter uma pegada MPB, define um estilo musical próprio para suas canções.

 

Primeira apresentadora da história do Sexy Hot

É com orgulho e muita história para contar que Carol Ferreira – que na época de apresentadora assinava como Carolyne – se lembra dos seis anos que esteve no comando de um programa de entretenimento no canal adulto Sexy Hot. Ela revela que não tem arrependimentos algum da época e que nunca foi desrespeitada por falar sobre sexo abertamente na televisão.

“Eu fiz aquele trabalho com muita verdade e fui aprendendo a ser apresentadora ao longo do tempo. Eles foram como uma família pra mim e tudo que o Sexy Hot me proporcionou foi muito positivo. Eu vivi experiências e me diverti tanto que eu jamais poderia imaginar se não fosse o trabalho de apresentadora lá”, diz Carol, que revela não ter sofrido desrespeito na profissão: “Eu respeito para ser respeitada, e acho que isso fez a diferença.”

Agora na carreira musical, Carol espera que seu crescimento seja tão positivo quanto foi quando era apresentadora: “Eu quero fazer parcerias, e quero crescer gradativamente, assim como fiz quando era apresentadora. Quero muito evoluir na música e espero receber um bom retorno do público depois que lançar este meu primeiro trabalho.”

 

SERVIÇO:

Carol Ferreira lança EP ‘LadoC’

Músicos: Pedro de Freitas (guitarra, violão e coro), Márcio Alencar (baixo), Eduardo Constant (bateria e percussão) e Julinho Teixeira (piano, acordeom e teclado)

Técnico de som: Paulo Carvalho

Cenografia: Paulo Pereira Canudo

 

Dia: 21 de agosto de 201

Horário: 21h

Local: Eco Som (Rua Real Grandeza, 170 – Botafogo – Rio de Janeiro)

Couvert Artístico: R$25,00

Contato: carolferreiracantora@gmail.com

 

Siga Carol Ferreira:

www.instagram.com/carolferreira.oficial

www.facebook.com/carolferreirafanpage