Cabeleireiro das celebridades, Jean Yves morre aos 60 anos


Profissional foi o predileto de Malu Mader e Glória Menezes

Cabeleireiro das celebridades, Jean Yves morre aos 60 anosPublicado por Redação BR em 12 jan, 2020 - 21:40 - Agencia OGlobo

O cabeleireiro francês Jean Yves, de 60 anos, morreu neste domingo (12) na França, vítima de câncer. Ele ficou muito popular entre os anos de 1990 e 2000 no Rio de Janeiro, período em que morou na cidade, e cortou o cabelo de diversas mulheres famosas naquela época.

Suas clientes cativas passavam por Tônia Carrero – que faleceu no ano passado aos 96 anos, Glória Menezes, Malu Mader, Marieta Severo, Maitê Proença, Débora Bloch, entre tantas outras. Seu estilo moderno e facilidade de convivência era o que atraia as celebridades ao seu salão.

Jean chegou ao Rio de Janeiro no final dos anos de 1970 e logo começou a trabalhar na área em um salão de beleza em Laranjeiras. Essa sua primeira passagem na Cidade Maravilhosa durou dois anos e ele retornou para Paris, ocupando uma vaga no salão do conceituado cabeleireiro Jacques Dessange, da Avenida Champs-Élysées.

“Todo mundo me ligou dizendo para não vir porque a cidade vive uma situação trágica, mas quando cheguei aqui pela primeira vez, em 1979, era a mesma coisa”, contou em entrevista ao jornal O Globo, em 2018.

Esteve afastado do Brasil durante oitos anos, mas voltou ao país que lhe acolheu e fez um acordo com seu antigo chefe: abriu uma filial do Dessange na Barra da Tijuca, tendo como sócia nada mais, nada menos que Glória Menezes.

Essa empreitada o fez conquistar fama no mundo das atrizes – principalmente tendo apoio de Glória, uma das principais artistas da Globo – e conseguiu abrir seu próprio salão de beleza. O estabelecimento ficou localizado na Rua Redentor, no bairro de Ipanema.

Jean Yves volta para França

Após anos de sucesso no Brasil, Jean Yves deixou o Brasil e voltou a morar na França, em uma cidade muito próxima de Montpellier. Mas o período em sua terra natal durou cinco anos, já que ele voltou ao Rio.

O cabeleireiro aceitou o convite de Ivani Werneck para trabalhar no Care e sua passagem durou três meses. Logo depois, retornou para França para poder cuidar da saúde.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.