11/10/2018

Bolsonaro ficará fora do 1º debate do 2º turno após reavaliação médica

Bolsonaro ficará fora do 1º debate do 2º turno após reavaliação médica

Especialistas disseram que candidato perdeu 15 kg, ainda está fraco e estimaram alta para o dia 18; nas redes sociais, Bolsonaro fez promessas para a economia.

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, foi submetido a uma nova avaliação médica, na manhã desta quarta-feira (10), em sua casa na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Segundo o clínico cardiologista Leandro Echenique, a cirurgia completa hoje 34 dias e Bolsonaro está se recuperando, mas ainda não está liberado para fazer campanha.

“Ele perdeu 15 quilos de massa muscular e ainda está fraco. Ele precisa de uma dieta de recuperação proteica.”, disse o médico, ressaltando que na próxima quinta-feira (18) Bolsonaro deve ir ao hospital e provavelmente será liberado para campanha e debates.

Está previsto para essa semana o debate entre os presidenciáveis Fernando Haddad (PT) e Bolsonaro na TV Band. A assessoria de imprensa do candidato do PSL confirmou que ele não participará do debate desta semana.

Bolsonaro sofreu um ataque no dia 6 de setembro durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo de Oliveira, preso for esfaquear o candidato, foi indiciado por prática de atentado pessoal por inconformismo político. Segundo a investigação da Polícia Federal, ele agiu sozinho no atentado.

O cirurgião Antônio Luiz Bonsucesso Macedo e o cardiologista Echenique chegaram ao condomínio do capitão por volta das 9h30. Um terceiro médico, identificado como Marcelo, os acompanhava.

Foto: Alba Valéria Mendonça/G1