Acadêmicos do Tucuruvi fala sobre a liberdade


Samba da escola relembrou versos da época da ditadura militar, como nas canções “Alegria, Alegria”, de Caetano Veloso, e “Apesar de você”, de Chico Buarque

Acadêmicos do Tucuruvi fala sobre a liberdadePublicado por Colaborador EGOBrazil em 2 mar, 2019 - 20:44 -

Um dos destaques do desfile das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo, já na madrugada deste sábado (2), foi a Acadêmicos do Tucuruvi, que usou como enredo a liberdade. Quarta agremiação a passar pelo Anhembi, a apresentação teve críticas políticas e sociais.

O samba-enredo relembrou versos da época da ditadura militar, como nas canções “Alegria, Alegria”, de Caetano Veloso, e “Apesar de você”, de Chico Buarque.

Da mesma forma que a Paraíso do Tuiuti, no Rio de Janeiro, em 2018, a escola paulistana apresentou uma ala com patos amarelos manipulados como marionetes, em alusão aos atos que pediram o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2016.

Leia Também  Francine Carvalho, na Tom Maior em SP

No carro alegórico alusivo à Inconfidência, o destaque foi um banquete com uma ratazana gigante em frente ao Congresso Nacional. Na ala cujo tema era a CLT, os integrantes desfilaram vestidos como carteiras de trabalho.

Venda de votos

Outros componentes da escola sambaram representando “burros vendados”, em referência à venda de votos no Brasil.

Os caras-pintadas que pediram o impeachment de Fernando Collor de Mello, na década de 1990, também foram lembrados.

Leia Também  Matthieu Doat o Francês no samba da Independência

Em 2018, a escola não foi julgada, em função de um incêndio que destruiu parte de suas fantasias.

 

Fotos: EGOBrazil

 

 

Sem categoria