Quem vê a baiana Sol Meneghini à frente do programa Burburinho, na TV Atalaia, nem imagina quão corrida é sua rotina. O dia da apresentadora começa cedo, às 5h da manhã. Além das gravações, todas as terças, ela tem de conciliar ensaios fotográficos, academia e reservar alguns momentos para o filho. Empenhada na questão fitness, ela ainda acha tempo para se especializar. 

“Estou me formando em educação física, faltam três meses de curso. Meu filho fica em período integral na escola. Na parte da noite vai comigo para a faculdade”, conta a modelo, que já é formada em advocacia, mas não exerce mais a profissão. 

Embora tenha deixado as competições de fisiculturismo, os treinos seguem sendo diários. Muito por conta de seus ensaios fotográficos e, claro, seu trabalho na televisão. Recentemente, por exemplo, ela teve de perder 30 quilos como parte de um desafio do próprio programa. Conseguiu. Nada de novo para alguém que tantos desafios venceu durante a vida. 

“Sou ex-fisiculturista da LFBB, com 12 títulos nacionais e internacionais. Cheguei a ficar no top 6 da Inglaterra mister e miss universe”, relembra e ex-atleta antes de explicar o motivo por não retomar a prática do esporte, mesmo depois de recuperar-se do câncer que a afastou das competições.

“O esporte no Brasil não é valorizado. Muito sacríficio para nenhum ganho”, pontuou. 

Com o câncer e o fisiculturismo deixados para trás, Sol Menghini foca, sobretudo, em seus trabalhos na televisão e, agora, na internet. Mesmo sem ter um blog, como conta, é chamada de blogueira, além de ser considerada digital influencer. Seu alto número de seguidores lhe garante trabalhos e ensaios constantes. A rotina pode até tirar o sono da baiana, mas lhe dá orgulho e realizações diárias fazendo o que ama. 

“Tento conciliar tudo. Durmo pouco, saio de casa cheia de malas. Mas vale muito a pena”, concluiu.

Foto: CG Comunicação (divulgação)