25/05/2018

Rafael Zulu assiste ao show de Jhama no projeto Rio na Rua

Rafael Zulu assiste ao show de Jhama no projeto Rio na Rua

Rafael Zulu assiste ao show de Jhama no projeto Rio na Rua

O ator Rafael Zulu esteve na noite desta quinta-feira, 24/05 no Baixo Gávea, zona sul do Rio, para prestigiar o show de seu amigo, Jhama, que cantou na praça Santos Dumont, no  projeto Rio na Rua, que é um projeto cultural da Itaipava, que voltou repaginado para sua segunda edição, com música e arte em alguns pontos do Rio, além de serviços para tornar os momentos de diversão ainda melhores.  

Rafael Zulu curtiu o show no meio do público que lotou a praça e no final da apresentação, fez questão de parabenizar seu amigo Jhama.

Consagrado por compor grandes hits, o Jhama fez um show memorável, com composições próprias de sucessos recentes nas vozes de Anitta e Ludmilla, como “Essa mina é louca“, “Te ensinei Certin”, “Sim”, “Cravo e Canela”, entre outros. A próxima música de trabalho também estava no setlist da noite: “Qual é”, parceria junto com o rapper BK, será tocada pela primeira vez ao vivo no Rio. Além disso, Jhama vai cantar covers como “Tem café” do Gaab, “Fazer falta” do Livinho, “Só quer vrau” do MC MM , “Deixe me ir” do 1 Kilo , “Reggae power” do Natiruts.

Seguindo o sucesso de 2017, as ações do Rio na Rua serão abertas e gratuitas, com uma estrutura que permite ao público estar perto dos artistas e viver uma experiência diferente em seu momento de happy hour. Por isso, o projeto é itinerante e a cada cinco semanas vai se instalar em um local de grande concentração de bares e pessoas que estão curtindo a cervejinha com os amigos. O Baixo Gávea é o primeiro ponto, com shows às quintas-feiras até dia 7 de junho. Depois será a vez do Porto Maravilha, Botafogo, Arpoador, Lagoa, Tijuca, Barra da Tijuca, Leblon e Ipanema. Ao todo, serão 24 bandas e 24 artistas plásticos.

No entorno das apresentações, a intitulada Calçada Itaipava vai oferecer diferentes serviços. O espaço conta com lounge descolado, formado por engradados de Itaipava, banheiros VIPS, guarda-volumes e carregadores de celular. Para eternizar o momento entre amigos, o evento terá o Lambe-lambe Rio na Rua, um lambe-lambe tradicional, só que com funções digitais. Além de ter a foto na #RIONARUA, a pessoa pode levar uma cópia impressa.

A novidade dessa edição fica por conta do Food Truck Rio na Rua, que a cada bairro vai receber um tradicional nome da gastronomia de rua da cidade. Tudo isso regado a chope Itaipava, geladíssimo, a preços promocionais.

 A programação do Rio na Rua deste ano será formada por cantores e bandas em ascensão no cenário musical carioca. Nomes como Blackbird, Thais Macedo, 13.7 (de  Chico Eller), Pietá, Flor de Sal, Ordinarius, entre outros, já estão confirmados. A cada praça, um convidado que se destacou na edição passada: Folakemi, Melim e Fuze são os veteranos de Rio na Rua que marcarão presença novamente.

O projeto Rio na Rua conta ainda com uma equipe de limpeza que vai tomar conta do local da ativação, sem deixar nenhuma sujeira para trás, afinal, o objetivo é levar apenas benefícios ao Rio de Janeiro.

Ao fim da temporada de ações, em dezembro, o Rio na Rua terá um dia especial, com todas as bandas reunidas e as obras expostas.

 A programação pode ser conferida no site da Itaipava – www.cervejaitaipava.com.br

 

Leia Tambem  Festival internacional de música judaica, acontece na Casa-Museu Ema Klabin