AMALUNA convida o público a uma misteriosa ilha governada por Deusas e guiada pelos ciclos da lua. Para marcar a passagem de sua filha Miranda à idade adulta, a rainha Prospera comanda uma cerimônia que homenageia a feminilidade, a renovação, o renascimento e o equilíbrio, e marca a passagem dessas ideias e valores de uma geração a outra.

Após uma tempestade causada por Prospera, um grupo de jovens aporta na ilha, desencadeando uma história épica e emocional de amor entre a filha de Prospera e um bravo jovem pretendente. Mas o amor deles será posto à prova. O casal deve enfrentar inúmeras provações difíceis e superar dramáticos contratempos antes que eles possam alcançar a confiança mútua, fé e harmonia.

AMALUNA é uma fusão das palavras ama, que se refere a “mãe” em muitas línguas, e luna, que significa “lua”; um símbolo de feminilidade que evoca tanto a relação mãe-filha quanto a ideia de deusa e protetora do planeta. AMALUNA é também o nome da misteriosa ilha onde esta história mágica se desenrola.

AMALUNA estreou em Montreal em 2012 e desde então já passou por 30 cidades de 10 países  e foi visto por mais de 4 milhões de espectadores, nesta temporada está prevista as apresentações até Dezembro/2017.

“Amaluna”, do Cirque du Soleil, tem dois brasileiros no elenco, uma paulista e um mineiro participam da montagem que será vista no Rio de Janeiro e em São Paulo, Paulista de Santos, a palhaça Gabriella Argento participa das produções da trupe canadense desde 2007 e, no Brasil, integrou o grupo Doutores da Alegria. O acrobata mineiro Gabriel Christo, por sua vez,  fez parte da equipe brasileira de ginástica e esteve por aqui junto com o Cirque du Soleil em 2013, durante a  turnê de Corteo.

 

Informações

Local: Parque Villa Lobos – Endereço: Av. Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros São Paulo/SP

Compras: tudus.com.br

Veja algumas das cenas do espetáculo

 

 

Fotos: Julio Leao Fotografia