O serviço de personal shopper garante otimização de tempo e também evita compras desnecessárias

Fazer o enxoval na “terra do Tio Sam” tem se tornado cada vez mais comum entre as futuras mamães.

Isso porque a diferença de preços é perceptível quando os produtos são comparados com os vendidos aqui no Brasil.

“Além de economizarem, as ‘gravidinhas’ também podem usufruir de uma viagem maravilhosa, até mesmo como uma oportunidade para comemorar a chegada do bebê”, esclarece a personal shopper Melissa Biscoto. (Mel Personal Shopper)

A profissional ressalta que as mulheres que optam pelas compras nos Estados Unidos têm acesso às novidades, assim como uma variedade maior de produtos.

“E quem é que não gosta de visitar o Mickey ou de curtir as opções de entretenimento de Miami, para deixar tudo ainda mais único?”, instiga.

A personal e sua equipe de consultoria afirmam que a alta do dólar não afetou a agenda de pedidos, comprovando que fazer o enxoval nos Estados Unidos realmente compensa.

Personal shopper: sinônimo de economia de tempo e dinheiro

“Muitos enxergam esse serviço como luxo, porém, os descontos e a agilidade em montar o enxoval completo até mesmo em um dia demonstram a economia de dinheiro e de tempo”, explica.

De acordo com cada pacote oferecido, que pode ser presencial ou via encomenda, a mamãe tem o auxílio de especialistas para comprar apenas o necessário, evitando desperdícios ou aquisições por impulsividade.

Isso porque em meio a tantas novidades, é natural que as mulheres se empolguem.

Entretanto, a ajuda profissional garante que serão comprados apenas os itens primordiais, sempre de acordo com o perfil de cada pessoa.

Mel também sugere que as compras sejam feitam em espécie, pois as taxas de IOF do cartão de crédito são mais altas que as de câmbio.

LEIA TAMBEM  Novos rumos do ator global Marcello Melo Jr.

“Nós temos uma lista, que também usamos como indicações para as compras fora de Miami e Orlando, locais onde atuamos, para que as mamães adquiram apenas o que realmente favoreça essa relação de custo e benefício”, explica Mel.

O que vale a pena comprar no exterior?

Mel mostra a comparação de alguns itens e os valores cobrados no Brasil e nos Estados Unidos:

• Chupeta de Silicone Avent Sophie (2 unid.): EUA – U$ U$ 4,48 = R$17,92/ Brasil – R$ 69,90;
• Extractor de leite manual Avent: EUA – U$ 39,90 = R$ 159,60/ Brasil – R$ 199,00
• Mamadeira Avent 330ml: EUA (3 unidades) – U$ 21,98 = R$  87,92/ Brasil (1 unidade) – de R$ 64,90 a R$ 69,90 reais;
• Cadeira de descanso 4 Moms: EUA – U$ 219 = R$ 876,00/ Brasil – R$ 1798,00
• Babá Eletrônica Motorola Mbp – 855 Connect Tela 5′ WiFi: U$ 99 = R$ 396,00/ Brasil – R$ 999,00
• Cadeira Graco 4 Ever: U$ 239 = R$ 956,00/ Brasil – R$ 2450,00
• Carrinho de bebê Chicco Urban: U$ 399 = R$ 1396,50/ Brasil – R$ 2.499,00
• Jumperoo Skip Hop ( mesa de atividades 3 estágios): U$119,00 = 476,00 / Brasil – R$ 1599,00

“Kit de berço e artigos de decorações maiores devem ser  obtidos no Brasil, pois além de se encaixarem nessa questão do peso, também não possuem tanta diferença de valores”, finaliza.