“Muitos homens acham que não é feminino ter muitas e grandes”, disse a digital influencer

Tatuagem é um assunto que divide opiniões, gera estigmas e preconceitos. Com o corpo cheio de tattos, Maya Muller sabe bem o que é isso. Mas ela não se importa e até protagonizou um ensaio exibindo o corpo sarado e os desenhos.

“Já sofri preconceito sim por pessoas que olham com cara feia. Além de machismo de muitos homens que acham que não é feminino ter muitas e grandes”, relatou a beldade, que é chamada de musa tatuada.

O corpo tatuado também é encarado como um grande tabu no mercado de trabalho. Maya revela que teve medo de ser rejeitada em entrevistas de emprego.

“Já tive medo de não arrumar emprego por conta disso. Mas graças a Deus nunca passei por isso”, disse a atriz, que conta que ainda tem que lidar com o preconceito na própria família:

“ Me criticaram pelo estilo diferente, mas, hoje em dia que estou mais velha, passaram a respeitar”.

 

Fotógrafo Ricardo Sal  /vhassessoria