Ex-manicure faz sucesso com salão de beleza especializado em mega hair | EGO Brazil
07/03/2018

Ex-manicure faz sucesso com salão de beleza especializado em mega hair

Ex-manicure faz sucesso com salão de beleza especializado em mega hair

A empreendedora trocou uma pequena cidade da Bahia pelo Rio de Janeiro

A ex-manicure Janny Mota é hoje dona de dois salões de beleza especializados em mega hair. Um localizado na Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio, e outro na Baixada Fluminense. Ela se mudou de uma pequena cidade Barrocas, de apenas 15 mil habitantes, na Bahia para Rio de Janeiro aos 17 anos para morar com a irmã.

“Era apenas uma menina com a mala cheia de sonhos. Chegando ao Rio fui trabalhar de manicure em um salão, onde aprendi a fazer uma técnica de alongamento. Trabalhei lá por sete anos. Após concluir a faculdade de estética, montei uma pequena sala em cima da minha casa. Então a coisa foi crescendo e precisei fazer obra três vezes para aumentar o espaço. Começou ir muita cliente de longe, então surgiu o sonho de abrir o salão da Barra. Graças a Deus deu supercerto, e enfim ano passado inaugurei o Janny Mota VIP Space, que é o espaço dos meus sonhos, grande e sofisticado para dá o conforto que as minhas clientes merecem”, conta a empresária.

Janny tem amor à profissão desde que era criança. Ela até aprontava por conta disso 

“A minha brincadeira favorita era ser cabeleireira, cortava de verdade o cabelo das amiguinhas e as mães delas iam reclamar com a minha mãe, relembra aos risos a cabelereira que começou a ganhar dinheiro no ramo bem novinha:

“Comecei a fazer unhas e escovar cabelos pra fora aos 13 anos. Eu sempre soube o que eu queria ser” 

Para quem, assim como ela, quer ter um negócio de sucesso, a empreendora dá as dicas e diz que o grande segredo é a paixão pelo ramo é fundamental:

“Em primeiro lugar tem que amar o que faz. O amor à profissão é o segredo do sucesso. Eu ministro works shops ensinando as técnicas de mega hair e uma das principais perguntas das alunas é sobre o retorno financeiro. Claro que não vamos ser hipócritas e dizer que só trabalhamos por amor, porque o dinheiro também é importante, mas se for pensar só no financeiro a pessoa desanima, porque o retorno é a longo prazo. São anos de história para poder fazer um nome. Tem que se doar para a cliente e para a profissão. O meu conselho é não ter medo de trabalho e cair pra dentro”.

Foto Divulgação/ Black Comunicação

Thiago Freitas Assessor e Jornalista

 

istanbul escort istanbul escort bayan escort şişli escort