O Global Beauties, mais antigo e conceituado site de concursos de beleza, fundado em 1998, considera o Mr World, Mister International, Mister Supranational, Mister Global e Manhunt International como os 5 maiores concursos de beleza masculina do planeta, cuja franquia pertence ao Concurso Nacional de Beleza – CNB. Apesar de terem em comum a função de eleger o mais belo e preparado entre os homens, a dinâmica dos concursos de beleza masculina não acontece da mesma forma. Sendo assim, vamos conhecer um pouco mais das características e propostas de cada um.

O Mister World, fundado em 1996, que reúne candidatos de diversos países, não acontece anualmente. Desde a sua criação, foram realizadas 9 edições: 1996, 1998, 2000, 2003, 2007, 2010, 2012, 2014 e 2016. O concurso é a versão masculina do Miss World, sendo assim, carrega os mesmos princípios: a busca pelo homem completo, ou seja, um Mister que possa, durante o seu reinado, assim como a miss, fazer viagens pelo mundo com a função de levar o lema do concurso: o Beauty with a Purpose (Beleza com Propósito), realizando e auxiliando em causas sociais por todo o planeta.

Durante o concurso acontecem provas que avaliam os candidatos de diversas maneiras. Atualmente, são escolhidos e anunciados na final 10 semifinalistas, em que 5 são eleitos pelas provas de: Esportes, Esportes Extremo – Geralmente algum treinamento com o exército do país local -, Top Model, Talento e Multímidia. Os outros 5 são escolhidos pela Entrevista e desempenho geral no concurso. Após isso, são escolhidos os 5 que mais se destacarem na noite final, tendo, então, que passar pela entrevista final que resulta na eleição daquele que carregará a honra e responsabilidade do título de Mister World.

O atual Mister World é o indiano Rohit Khandelwal. O nosso representante para a edição de 2018 é o paulista Carlos Franco, vencedor do Mister Brasil CNB em 2016.

Por outro lado, o Mister International acontece anualmente. Criado em 2006 por Alan Slim, o concurso está em sua 12º e sempre acontece em países asiáticos, sendo considerado a versão masculina do Miss Universo. Apesar de também buscarem alguém completo, a função do vencedor, durante o ano, é mais voltada para trabalhos na área da moda em viagens internacionais. Todavia, para se consagrar como o Mister International, os candidatos precisam passar por duas fases: a preliminar e a final. Na preliminar todos os candidatos se apresentam em traje típico, traje de banho e traje de noite e, também, por entrevistas com os jurados. Após essa etapa, e tudo que foi avaliado nos dias do concurso, são selecionados 15 semifinalistas, que são anunciados na final. Após os 15 desfilarem em traje de banho são anunciados os 10 melhores. Eles desfilam de terno e, assim, são selecionados 5 finalistas que passam pela entrevista final, aquele com o melhor desempenho se torna o novo Mister International

O atual detentor do título é o francês/libanês Paul Iskandar  e o nosso representante para o concurso deste ano é o potiguar Leonardo Nobre, vice Mister Brasil CNB 2017.

O recém-criado Mister Supranational, em 2016, realizará este ano a sua segunda edição. Sua realização divide como sede a Polônia e a Eslováquia e acontece paralela ao Miss Supranational, dando a oportunidade de os candidatos conhecerem um pouco mais sobre a cultura desses dois países europeus. Durante o concurso, os candidatos passam por provas de natação e culinária, em que cada um deve preparar algum prato típico do seu país para determinada refeição do dia. A finalidade do Concurso é a descoberta de novos modelos que sirvam para trabalhos pelo mundo todo, sendo assim, uma ótima oportunidade, para aqueles que participam, investir na carreira. Para conquistar o título, os candidatos passam pelas preliminares de traje de banho e traje de noite, além de desfile fashion e entrevista. Na noite final, são anunciados os 15 semifinalistas, após isso, os 10 finalistas que passam por entrevista final, sendo anunciados o 5º, 4º, 3º e 2º colocados e, finalmente, o grande vencedor.

O atual Mister Supranational é o mexicano Diego Garcy  e o nosso representante para essa edição é o catarinense Matheus Song, vencedor do Mister Brasil CNB 2017.

 

Fundado em 2014 pelo empresário tailandês Pradit Pradinunt, o Mister Global acontece todos os anos na Tailândia. Eles buscam um homem que possua a imagem de um cidadão-modelo, para representar a organização pelo mundo em atividades filantrópicas, sociais e ambientais. O concurso se assemelha, em alguns aspectos, com o Mister International: o formato de seleção dos semifinalistas com a etapa preliminar em traje típico, traje de banho, traje de noite, entrevista e comportamento nos dias de concurso. Na final, são anunciados os 15 semifinalistas, que desfilam em traje de banho. Em seguida são selecionados os 10 candidatos que desfilam de terno e, por fim, o top 5 que tem a responsabilidade de responder à pergunta final. Aquele, cuja desenvoltura for a melhor, se consagra como o grande vencedor.

O atual Mister Global é o brasileiro Pedro Gicca  e o nosso representante pra edição de 2018 é o mineiro Junior Garcia, 3º colocado no Mister Brasil CNB 2017.

 

Por fim, o Manhunt International é o mais antigo entre os concursos de beleza masculina. Fundado em 1993 por Alex Liu, sendo o primeiro concurso para modelos masculinos, até porque naquela época só existia concursos para mulheres, o Manhunt elege aquele que melhor se sair em duas etapas. Na primeira, os candidatos são avaliados em traje típico, de banho e traje de noite. Os misters com maiores pontuações nessa etapa são anunciados na noite final como semifinalistas e desfilam para os jurados, que têm a missão de escolher nesse time o 5º, 4º, 3º e 2 colocados, bem como, o vencedor. O concurso está em sua 18ª edição, pois em alguns anos o concurso não foi realizado.

O atual vencedor é o sueco Patrik Sjöö e o nosso representante para edição deste ano é o gaúcho Cristian Fin, 5º Colocado no Mister Brasil CNB 2017. Desde o ano passado, o CNB envia representante de Fernando de Noronha para este concurso. O brasiliense Diego Jácome , 8º colocado no Mister Brasil CNB 2016, representará o Arquipélago esse ano.

 

Fotos: Divulgação/ LV Assessoria