Bruna Marquezine superou trauma na moda: 'Só ficava bom se diminuísse o quadril' | EGO Brazil
20/05/2018

Bruna Marquezine superou trauma na moda: ‘Só ficava bom se diminuísse o quadril’

Bruna Marquezine superou trauma na moda: ‘Só ficava bom se diminuísse o quadril’

Referência de estilo e beleza, a namorada de Neymar conta que seu closet é bem variado: ‘Tem de tudo! Não sou muito clássica e não gosto, hoje, de coisas muito óbvias, mas no dia a dia sou básica: a louca da camiseta branca, t-shirt com frase e calça jeans. Para ir ao trabalho sou essa pessoa. Com a oportunidade de eventos, alguns lugares, que exigem uma produção maior, aí aproveito e por isso tem de tudo um pouco’

Quem vê o estilo descolado, inovador e inspirador de Bruna Marquezine nem imagina que a atriz já sofreu com traumas na moda. Em entrevista a garota-propaganda de Dia dos Namorados da C&A conta que enfrentou essa fase no passado. “Gosto de experimentar modelagens diferentes. Quando mais jovem eu tinha muito de não aceitar qualquer modelagem, dizia que só ficava bom se fosse acinturado, se diminuísse o quadril. Hoje experimento várias coisas, provo o que não é obvio, o que talvez não seria para o meu corpo, mas estou me sentindo bem”, afirma a atriz, que brilhou durante sua passagem em Cannes.

ME VISTO DE ACORDO COM MEU HUMOR’, CONTA MARQUEZINE

Em uma breve avaliação sobre seus looks, a intérprete de Catarina da novela “Deus Salve o Rei” acredita ser bastante eclética. “Nunca consegui definir e me visto de acordo com o meu humor. Adoro provar novas tendências, gosto de me divertir com a moda, me surpreender. Quando coloco uma roupa diferente, com um modelo diferente, uma cor e fico: ‘nossa!’, é uma maneira de me expressar, me conhecer”, explica, entregando o que tem no closet: “Tem de tudo! Gosto de coisas mais ousadas. Não sou muito clássica e não gosto, hoje, de coisas muito óbvias, mas no dia a dia sou básica: a louca da camiseta branca, t-shirt, camiseta com frase e da calça jeans. Para ir ao trabalho sou essa pessoa. Mas como tenho a oportunidade de ir para eventos, alguns lugares, que exigem uma produção maior, aí aproveito e por isso tem de tudo um pouco”.

‘USO POUQUÍSSIMA PLATAFORMA, MAS EM TÊNIS AMO’, DIZ ATRIZ

Uma das tendências que conquistou a namorada de Neymar foi o tênis de solado alto, como o modelo da Puma usado por ela para assistir à final do”The Voice Kids”, em abril. Medindo 1,71m de altura, Bruna garante ter deixado a preocupação em parecer mais alta para trás. “Eu amo e acho bem confortável também. Me considero alta e na adolescência odiava usar salto alto por me sentir muito maior que os meus amigos e achava isso constrangedor, hoje em dia não ligo. Mas também não gosto de usar sapato com muita plataforma porque aí eu fico muito muito alta e como sou meio desengonçada para eu cair com uma plataforma enorme é bem fácil”, brinca.

BRUNA NÃO SE INCOMODA COM COMPARAÇÕES A OUTRAS FAMOSAS

Durante sua passagem pelo Rock In Rio do ano passado, Marquezine teve seu visual muito comparado ao da cantora inglesa Dua Lipa, enquanto em outras ocasiões foi bastante associada à Kendall Jenner. Segundo a atriz, ela analisa os comentários como um elogio, mas evita as semelhanças: “Tento não ficar me ligando nisso, por mais que eu saiba que muitas vezes é falando de estilo. Esse é o caminho mais rápido para começarmos a não nos aceitar. Ou começar a entrar em um padrão e tento não. Mas já vi muitas coisas e graças a Deus são com pessoas que eu admiro. São meninas que tem um estilo muito legal, com imagens legais. São pessoas conscientes da imagem, do alcance que elas tem”.

 

Divulgação

 

istanbul escort